INFORMAÇÃO.

Convertemos informações em notícias e em conteúdo estratégico para o relacionamento da marca com seus targets de forma integrada em diversos canais: imprensa, redes sociais, sites, newsletters, jornais e revistas institucionais e todo tipo de material corporativo.

VISÃO DO REPÓRTER.

O background das sócias nas principais redações do País, no trato direto com a notícia factual e com a notícia contextualizada, é a alma da agência. Agregamos clareza e valor às informações para que cheguem de forma interessante e adequada aos canais de comunicação.

RESULTADO.

Com estratégia planejada, conectamos a empresa ao público desejado e atraímos olhares para a marca por meio de conteúdo inteligente e pertinente. Trabalhamos em sintonia com o plano comercial da empresa, buscando e gerando resultados onde o seu cliente está.

LinkedIn corporativo

LinkedIn corporativo

Gestão profissional de sua Company Page na principal rede social de RH e Negócios do mundo. Criação de conteúdo estratégico, grupos de discussão próprios com temas relacionados ao mercado em que a empresa está inserida e participação da marca em grupos de terceiros por meio de intervenções agregadoras de conhecimento.

Conteúdo editorial

Conteúdo editorial

Apuração de informações para produção e edição de textos com linguagem adequada a qualquer tipo de canal - imprensa, redes sociais, sites, materiais corporativos. Português, inglês e espanhol.

Assessoria de imprensa

Assessoria de imprensa

Presença da marca como notícia em veículos de comunicação de massa e segmentados em todo o Brasil: jornais, revistas, rádio, televisão, sites e blogs. Os resultados são vistos em forma de matérias, entrevistas e notas sobre a empresa, seus produtos e serviços, participação dos profissionais em reportagens de mercado, pontos de vista e artigos. Serviço gerador de visibilidade, percepção de marca e aumento de demanda.

Youtube corporativo

Youtube corporativo

Desenvolvimento e gestão de canal oficial da empresa na maior rede global de compartilhamento de conteúdo em vídeo. O trabalho envolve definição de pautas, produção de roteiros, filmagem e edição profissionais, postagem e interação com a audiência.

Renata Noschesi

Renata Noschesi

Sócia-diretora

Jornalismo (Cásper Líbero), Comunicação Institucional (FGV), Políticas Públicas (Escola de Governo)
Grupo Folha de S.Paulo, Grupo Bandeirantes de Comunicação, Editora Abril, Secretaria Municipal de Segurança Pública.


Audrei Franco

Audrei Franco

Sócia-diretora

Jornalismo (FIAM), Economia Social e Desenvolvimento (PUC), Finanças (London Metropolitan University), Políticas Públicas (Escola de Governo)
Gazeta Mercantil, SBT, Rádio Bandeirantes, Secretaria Municipal de Assistência Social.

Anos de atuação
Clientes atendidos
Segmentos de mercado

BLOG

Avell é destaque na Exame.com

A Avell, fabricante brasileira de notebooks de alto desempenho, foi matéria de destaque na Exame.com. O crescimento e diferenciais da empresa trabalhados de forma estratégica pela assessoria de imprensa resultou em reportagem de destaque, que enalteceu os pontos positivos do negócio. Confira abaixo a matéria:

Cliente da Ideias & Efeito na Exame.com

https://exame.abril.com.br/pme/na-era-do-celular-empresa-fatura-r-58-milhoes-fazendo-notebooks-de-ponta/

 

Cliente da Ideias na Exame.com! Confira: CrediGO é aposta da China no Brasil

Aqui na Ideias & Efeito sabemos como é importante para o empreendedor contar a sua história. Estamos sempre conectando nossos clientes com jornalistas capazes de trazer informação coerente e fidedigna. Um exemplo, é a matéria da Exame.com sobre a CrediGO, aplicativo de gestão de múltiplos cartões de crédito, que está cada vez mais ganhando espaço no Brasil.

Confira na íntegra: https://exame.abril.com.br/pme/unindo-bancos-em-um-so-app-credigo-e-aposta-da-china-no-brasil/

Cliente da Ideias & Efeito na Exame.com

Special Dog é destaque no jornal Valor Econômico

A Special Dog, uma das líderes brasileiras de alimentos secos para cães e gatos, acaba de ingressar no segmento de alimentos úmidos. A inauguração da fábrica, que já é considerada a indústria mais automatizada do mercado de petfood wet brasileiro, foi o gancho perfeito para conquistarmos um espaço de destaque no jornal Valor Econômico.

A repórter Cibelle Bouças visitou a nova estrutura fabril, localizada na sede da Special Dog, em Santa Cruz do Rio Pardo (SP), e o resultado foi a matéria abaixo. Confiram:

 

Especialista da Imagem participa do programa Bem da Terra, do Canal Terraviva

Marlon Suenari, especialista em agronegócio da Imagem, concedeu entrevista ao programa Bem da Terra, do Canal Terraviva, sobre como os Sistemas de Informações Geográficas ajudam empresas do setor sucroenergético na gestão de processos.

Durante o bate-papo com a apresentadora Renata Maron, o porta-voz da distribuidora oficial no Brasil do sistema GIS mais utilizado no mundo, o ArcGIS, deu exemplos da aplicação da tecnologia e comentou os principais ganhos que as empresas têm com o investimento na plataforma.

Confira: https://tvterraviva.band.uol.com.br/videos/16709475/tecnologia-ajuda-empresas-do-setor-sucroenergetico-na-gestao-de-processos

 

ESTADÃO PUBLICA ARTIGO ASSINADO PELOS SÓCIOS DA ONE7

O site do O Estado de S. Paulo publicou no dia 01 de setembro o artigo dos sócios-fundadores da One7, João Paulo Fiuza e Everaldo Moreira, sobre os avanços do sistema financeiro tradicional.

Confira: https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/a-evolucao-do-sistema-financeiro-tradicional/

O follow-up “analógico” com jornalistas está com os dias contados?

A era digital estabelece um diálogo cada vez mais rápido e assertivo. Pessoas têm a sensação de lutar contra o tempo e estão ávidas por receber informações de forma instantânea. Você imagina como deve ser atualmente o trabalho de um jornalista para apurar fatos na redação? Com quais ferramentas ele trabalha, como checa a informação? As agências de comunicação são fontes atuantes neste processo e cumprem a importante missão de passar notícias estratégicas para o profissional que está “do outro lado do balcão” por meio do follow-up. Entretanto, esta prática vem mudando e hoje tomou outra forma de ser feita: pelos meios digitais. Será que a conversa ao telefone, para “vender” uma boa pauta e persuadir o repórter, está com os dias contados?

Há 16 anos, quando fundei, com minha sócia, a Ideias & Efeito Comunicação, eram criadas sugestões de reportagem sobre nossos clientes, escritas de forma personalizada no corpo de um e-mail e enviadas para redatores, editores, repórteres especiais que estavam dentro de nossa estratégia de divulgação. Na sequência, pegávamos o telefone – objeto considerado old- fashioned nos dias de hoje – e fazíamos o tradicional follow-up. O conteúdo era desenvolvido de forma bastante rica e funcional para cada jornalista, que naquela época já não tinha muito tempo à disposição dos assessores de imprensa diante das inúmeras matérias que precisava produzir. Fazer um ótimo follow-up que gerasse reportagens publicadas sempre foi premissa dentro da agência na hora de formar equipe. Esta proatividade capaz de emplacar matérias e conquistar espaços na mídia nunca foi tarefa das mais fáceis. Mas sempre tivemos êxito na hora de metrificar resultados e entregá-los para o cliente.

A era digital evoluiu absurdamente e com a chegada das redes sociais e das variadas ferramentas instantâneas de conversa, o telefone já não é tão efetivo. É o que ouço, aqui na agência, da minha equipe – formada pelas gerações Y e Z. Hoje, o assessor de comunicação liga diversas vezes para a redação e só ouve o chamado.  Então, como ser efetivo? Como fazer a notícia chegar na hora exata, para o profissional certo e manter um bom nível de matérias publicadas? A resposta é: atuar como o repórter atua na hora de buscar um dado valioso. Ou seja, praticar a persistência. Rastrear lugares onde ele vai buscar uma fonte de informação, uma ideia interessante. Participar de grupos formados no Facebook, no LinkedIn, trocar mensagens por WhatsApp, e-mail e, apesar da dificuldade, não subestimar o tradicional contato pelo telefone, pois uma hora há de se ouvir um “alô” do outro lado da linha,e, só quem é assessor de imprensa sabe como alguns minutos de conversa são valiosos para emplacar a tão desejada pauta.

 

Renata Noschesi

Jornalista, sócia da Ideias & Efeito Comunicação