Tag: jornais

Advogada Patricia Peck Pinheiro fala ao Valor Econômico sobre o novo ponto eletrônico

Multa para novo ponto eletrônico é adiada

por Adriana Aguiar

O Ministério do trabalho e Emprego publicou ontem uma instrução normativa que trata da fiscalização nas empresas sobre a adoção obrigatória, a partir de 26 de agosto, do novo relógio de ponto eletrônico.

Pela nova instrução, nenhuma empresa será efetivamente autuada até o dia 25 de novembro por não ter instalado o novo equipamento. Isso porque a norma prevê a chamada “dupla visita” que ocorrerá até essa data. Na primeira vistoria à empresa, os fiscais só poderão orientá-la caso sejam detectadas irregularidades. Em um prazo de 30 a 90 dias, os fiscais retornam ao estabelecimento para checar se as alterações solicitadas foram realizadas.

Clique na imagem abaixo e confira a matéria na íntegra

Off Field no caderno de Negócios da Folha de S. Paulo

Crédito pró-Copa turbina preparação para 2014
BNDES, FAT e MTur lançam linhas com condições especiais de prazo e juros

Antes de investir, empresários precisam ponderar benefícios do endividamento, ressalta consultor.

BRUNA BORGES

Pode ser que o restante do país só tenha olhos para a Copa-2010, que começa em três semanas. Mas, no caso do time dos micro e pequenos empresários, a hora de se armar para marcar o gol em 2014 é agora.
O evento deve gerar R$183 bilhões para a economia entre 2010 e 2019, de acordo com o Ministério do Esporte. Para garantir uma fatia desse bolo, empresários se veem diante do desafio de investir em inovação e capacitação.

Leia aqui a matéria completa

Eduardo Tomiya, da BrandAnalytics no jornal Brasil Econômico

Telefônica muda para Movistar em 2011

O diretor Fabio Bruggioni ratifica interesse em adotar marca espanhola em operação de telefonia fixa no Brasil.

Ruy Barata Neto

A Telefônica deverá assumir a marca Movistar no Brasil em sua operação de telefonia fixa. Ontem, em conferência via internet realizada com blogueiros, o diretor executivo da empresa, Fabio Bruggioni, disse que depois de uma série de investimentos para melhorar a infraestrutura de serviços e o relacionamento com cliente, aplicados entre 2008 e 2009, a operadora se sente pronta para começar em 2011 a adotar a marca Movistar no país.

 

Leia mais clicando aqui

Off Field no jornal Meio & Mensagem

Ciclo de grandes eventos aquece marketing esportivo

Lei de incentivo ao Esporte e escolha do Brasil para sediar a Copa de 2014 e a Olímpiada de 2016 impulsionam a atividade e atraem grupos investidores

Tratado no passado como ação de oportunidade ou plataforma para promoções e eventos, o marketing esportivo brasileiro vem se consolidando nos últimos três anos como disciplina de comunicação independente, cada vez mais desejada pelas marcas. O primeiro grande impulso para sua profissionalização aconteceu com a aprovação, no final de 2006, do Projeto de Lei n° 11.438, de incentivo ao esporte, que abriu u primeiro caminho para que empresas pudessem deduzir no imposto de renda até 1% do volume de recursos aplicado em patrocínio a entidades esportivas.

Leia mais clicando aqui
aqui
e aqui

UNS Idiomas no jornal O Estado de SP

Escolas de Idiomas aproveitam Copa para crescer

Até 2014, milhares de brasileiros,entre motoristas, recepcionistas e comerciantes, terão de ser capazes de travar um pequeno diálogo em inglês para se comunicar com turistas que vierem ao País assistir à Copa do Mundo, sob pena de perderem oportunidades de emprego e dinheiro. Com todo esse potencial, as escola de idiomas voltaram a ser alvo de quem quer investir e empreender.

Leia mais clicando aqui

Enken no jornal Propaganda e Marketing

Web é estratégica para vender imóveis

Há vários dados que indicam que este ano o mercado imobiliário vai continuar em ritmo de crescimento e, de quebra, destinar mais verbas para a publicidade. O Secovi (Sindicato da Habitação), por exemplo, prevê um aumento de 10% a 15% no número de lançamentos em 2010. Embora o jornal seja a mídia mais utilizada para anunciar empreendimentos, os meios digitais também estão se beneficiando da boa maré.
A relevância da mídia digital cresce à medida que as pessoas passam a procurar mais imóveis para comprar ou alugar na internet. Números do setor dão conta de que 30% dos negócios fechados pelas maiores empresas do ramo são decorrentes de um atendimento que começou no ambiente online, via chat ou e-mail.

Leia mais clicando aqui

  

Enken no Brasil Econômico

Virtual ganha espaço no mundo analógico

A migração para o mundo digital é inevitável. Esta é a premissa que movimenta negócios em vários setores da economia. Mas existe o movimento contrário. A agência de comunicação digital Enken conquistou a conta de publicidade para fazer o caminho rumo ao off-line.

Leia mais clicando aqui

 

 

  

 

Velloza, Girotto e Lindenbojmn no Estado de S. Paulo

 

FÓRUM SOCIAL MUNDIAL

Divisão de lucros é proposta de Mangabeira

Projeto foi discutido com intelectuais e entidades favoráveis à medida

Vannildo Mendes

É herança do ex-ministro Roberto Mangabeira Unger, que ocupou a Secretaria de Assuntos Estratégicos, o projeto de lei que obriga a distribuição de 5% dos lucros das empresas aos empregados. Unger discutiu a medida num círculo fechado de intelectuais e só deu conhecimento do seu contéudo a um grupo de entidades sindicais favoráveis à medida. O projeto tem nove artigos e integra um grupo de trabalho, com a participação do Ministério da Justiça, que deu o arcabouço jurídico ao projeto – ainda a ser submetido à Casa Civil antes de ir para o Congresso Nacional.

Leia mais clicando no link abaixo:

Velloza, Girotto e Lindenbojm no Estado de S. Paulo