Category: UNS

Marcel Magalhães, diretor da UNS Idiomas, fala ao jornal O Globo sobre programa de qualidade implementado na rede

Cara a cara com o cliente

A UNS idiomas inicia um novo programa chamado “Face to face”, em que o presidente Marcel Magalhães faz uma visita informal, mas de surpresa, a todas as unidades da rede, para checar se elas estão atuando segundo o perfil da franquia e para avaliar o nível de satisfação dos alunos:

“Acredito que muitas inovações podem sair do cliente, por isso, considero fundamental ouvir nossos alunos. Além disso, preciso saber se o treinamento oferecido está sendo aplicado e se a identidade visual está funcionando como deveria”

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

Especial Gestão Financeira, do Valor Econômico, destaca ferramentas desenvolvidas pela Finnet para o setor

Ferramentas que destravam o gerenciamento financeiro

Por Jacilio Saraiva

Os novos softwares que ajudam os chief financial officers (CFOs) no dia a dia de trabalho estão enterrando funções obsoletas que travavam a gestão financeira. O objetivo dos fabricantes do setor de tecnologia de informação (TI) é ajudar os executivos a tomar decisões estratégicas com mais velocidade e com melhor direcionamento de recursos.

Há medidas de planejamento, simulação de cenários econômicos e até de localização de clientes inadimplentes. Alguns sistemas facilitam as tarefas dos líderes por meio de dispositivos móveis e portais disponíveis na internet. “Com a globalização dos negócios, é necessário utilizar aplicações na web que garantam o acesso aos dados da empresa, independentemente do local ou do horário de trabalho”, diz Carlos Eduardo Stefanini Cervelatti, diretor comercial da Finnet, especializada em TI.

Com suas soluções, a Finnet conquistou clientes como Samsung, Rossi Residencial e a Imobiliária Lopes. “Uma de nossas ferramentas opera em formato de portal online com gráficos de movimentações e controle de contas de diferentes bancos, o que facilita o acesso remoto dos executivos”, ressalta Cervelatti.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Diretor de Criação da agência Enken ganha destaque de página inteira no jornal Meio & Mensagem

As ideias estão no mundo lá de fora

Estudar o cliente e buscar inspiração na natureza e fora da rotina da agência são alguns dos diferenciais de João Ferraz, diretor de criação da Enken

Por Mirella Portiolli

“As ideias não estão dentro da agência”, afirma João Ferraz, diretor de criação na Agência Enken. A frase, vinda de um criativo, pode até causar estranheza. No entanto, define o modo como o autor conduz a vida, já que é fora do escritório que encontra os principais motivos de inspiração: a natureza e a família. Na área há 17 anos, Ferraz trabalhou com marcas como Vivo, WarnerBros. e Chevrolet.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Jornal da Globo entrevista Valter Pieracciani, da Pieracciani Desenvolvimento de Empresas, sobre pacote de inovação anunciado pelo governo federal

Governo anuncia pacote para incentivar inovação em empresas

“Em alguns anos, três a cinco anos, nós teremos dois tipos de empresas, as inovadoras e as falidas. Não é possível competir sem inovação e, quanto antes os empresários souberem disso, melhor é”, diz Valter Pieracciani, consultor de empresas.

Em coro com os especialistas em competitividade, o governo quer incentivar o investimento em inovação. A presidente Dilma Rousseff anunciou a liberação de R$ 32,9 bilhões para projetos na indústria, agricultura e serviços.

Para ver a reportagem na íntegra, clique na imagem abaixo

TV Globo – Jornal da Globo

Patricia Peck Pinheiro, referência em Direito Digital, orienta sobre como fazer promoções pela internet em nota destaque da revista Exame PME

Liquidação sem risco

Donos de lojas online precisam tomar alguns cuidados antes de fazer promoções e liquidações. “Nos últimos anos, vem crescendo o número de consumidores que entram na Justiça para reclamar de problemas nas compras feitas em sites de comércio eletrônico”, diz a advogada Patricia Peck Pinheiro, especialista em direito digital. “É preciso tomar alguns cuidados para evitar situações que possam levar a empresa a ser processada.”

Para ler a nota na íntegra, clique na imagem abaixo

Thiago Jabor, sócio do Mattos Muriel Kestener Advogados, fala sobre Projeto de Lei Anticorrupção em matéria do jornal Valor Econômico

Projeto anticorrupção enfrenta divergências 

Por Cristine Prestes

O governo federal trabalha para conseguir chegar a um consenso com o PMDB que permita a aprovação do projeto de lei que prevê a punição de empresas pela prática de corrupção ainda neste ano. O Projeto de Lei nº 6.826 foi citado na mensagem da presidente Dilma Rousseff ao Congresso Nacional na abertura do ano legislativo como sendo uma das prioridades do governo e uma “medida de extrema importância para a prevenção e combate à corrupção na administração pública federal”. No entanto, o PT ainda tenta negociar com o partido aliado alguns pontos da proposta, que em junho do ano passado recebeu um voto em separado do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) – hoje líder do partido na Câmara – que altera substancialmente o projeto original, de autoria do Executivo.

De acordo com o advogado Bruno Maeda, do escritório Trench, Rossi e Watanabe e do Instituto Brasileiro de Direito Empresarial (Ibrademp), essas regras podem não atender aos preceitos da convenção internacional de combate à corrupção da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), da qual o Brasil é signatário. “As limitações das sanções são o que mais nos preocupam no substitutivo”, afirma. Mas o advogado Thiago Jabor, sócio do Mattos, Muriel Kestener Advogados, diz que as divergências entre as duas versões do projeto são técnicas. “Mas a importância do projeto já foi compreendida pelos parlamentares e pelo empresariado”, diz.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Andréa Nogueira, do Velloza e Girotto Advogados, fala sobre fundos de previdência em entrevista ao Valor Econômico

Questão jurídica gera insegurança

Ainda não há certeza se os recursos acumulados nos fundos de previdência privada e seus rendimentos podem permanecer  fora de inventários e partilhas, ou impedidos de serem penhorados para pagamentos de dívidas. A Justiça brasileira aceita em alguns casos que os valores estejam protegidos, mas há discussões que geram insegurança jurídica para o uso desse produto em algumas situações.

Para a advogada Andréa Nogueira, sócia do escritório Velloza e Girotto Advogados Associados, há vantagens em usar os fundos de previdência para deixar recursos para terceiros. “A Justiça tem aceitado o uso para este fim por entender que se trata de um ato de vontade”, diz. Não tem ocorrido discussões, principalmente se os valores não extrapolam os limites do patrimônio disponível em sucessão.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem  abaixo

Diretor da UNS Idiomas fala ao Jornal do Comércio (MG) sobre cursos para executivos nas férias

Profissionais usam férias para estudar

Por Julia Duarte

Um semestre em um mês

O período de férias também é o momento de adiantar os estudos quando o assunto é idioma. Muitos alunos aproveitam para cursar um módulo inteiro em apenas um mês.

Na UNS Idiomas a demanda maior nesta época do ano é pelo curso intensivo completo, que dura um ano e meio. Neste ano, especialmente, a procura está ainda maior. O gerente de franquias da rede, Carlos Coelho, afirma que a Copa do Mundo, em junho de 2014, está fazendo com que as pessoas corram contra o tempo quando o assunto é o ensino de inglês.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Guia Para Montar Seu Próprio Negócio entrevista diretor da UNS Idiomas em matéria sobre franquias de educação

A hora é agora

Por Luciana Fuoco

A abertura de uma escola de idiomas no Brasil é uma das opções de investimentos que apresentam grande potencial de crescimento para os próximos anos.

De olho na concorrência
Se o mercado está aquecido é inevitável que a concorrência se estabeleça e, nesse setor, não é diferente. Para Carlos Coelho, gerente de franquias da UNS Idiomas, superar concorrentes demanda oferecer produtos e serviços diferenciados, com foco principalmente naquilo que o consumidor busca.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Thiago Sarraf, da Enken, participa de matéria no jornal O Tempo (BH) sobre cupons de desconto no e-commerce

Cupons prometem ser a nova febre do comércio eletrônico

Por Priscila Brito

Os cupons, que já são muito comuns nos Estados Unidos, devem virar rotina no Brasil. As compras com descontos emitidos por lojas e grandes marcas começam a ganhar terreno no país e já existem sites personalizados em agregar os cupons.

Descontos não excluem necessidade de pesquisa

A profusão de descontos oferecidos pelos cupons não deve ser motivo para não abrir mão de regras básicas de consumo, como comparar preços e pesquisar antecedentes de empresas antes de comprar, orientam especialistas. “O consumidor tem que se precaver. Pesquisar, olhar no Reclame Aqui, escolher lojas com credibilidade”, diz o diretor de e-commerce da Agência Enken, Thiago Sarraf.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Diário do Amazonas faz especial de presentes de Natal com relógios Citizen

É hora de comprar os presentes de Natal

Por Fabiane Morais

O relógio continua marcando sua área quando o assunto é finalizar um look, seja masculino ou feminino. Além disso, quem opta por presentear com essa peça acerta em ponto o gosto do presenteado. Pensando no Natal que bate à porta, reunimos alguns lançamentos estilosos da marca Citizen disponíveis para compra no site (www.citizen.com.br) ou pelas lojas autorizadas. Confira a novidade, não perca tempo, presenteie com relógios neste fim de ano.

Para ver o editorial na íntegra, clique na imagem abaixo

Especial Novos Empreendedores, da revista Meu Próprio Negócio, destaca história de sucesso da rede UNS Idiomas

Do zero ao milhão

Por Milton Correia Jr.

Uma escola de idiomas com método diferenciado de aprendizado e voltada para um público-alvo bem definido foram os fatores que levaram o empresário Marcel Magalhães – mesmo com pouco investimento -, em apenas um ano e meio, a atingir faturamento anual de R$ 1 milhão.

Formado em administração de empresas, Magalhães havia trabalhado em uma multinacional e em um banco antes de ser contratado como assistente comercial de uma escola de inglês em Goiânia. Lá, iniciou o desenvolvimento do projeto de expansão das unidades da escola por todo o Brasil e, assim, ganhou experiência e cresceu profissionalmente. Em 1999, ao ser transferido para São Paulo, Magalhães – na época com 27 anos e no cargo de diretor comercial -, já tinha uma visão própria de como um bom negócio deveria ser conduzido. Assim, decidiu desligar-se da rede e, com sua esposa, abriu em 2003 sua próprioa escola, a UNS Idiomas.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

O Estado de S.Paulo destaca UNS Idiomas em matéria sobre crescimento do setor nos anos que antecedem a Copa de 2014

Setor de idiomas ganha espaço com a Copa

Por Cris Olivette

A Realização da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos no País está impulsionando o mercado de ensino de idiomas. Dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF) mostram que em 2011 o setor da educação movimentou R$ 3,1 bilhões, registrando crescimento de 11%. “A necessidade de os brasileiros aprenderem uma segunda língua vai continuar aquecendo o setor nos próximos anos, mantendo o crescimento acima de dois dígitos”, diz o diretor administrativo da ABF, José Semenzato.

O aluno do quarto semestre de hotelaria Fabrício Paulino Peixoto, de 22 anos, estuda na UNS Idiomas há 13 meses. “Espero ter um bom vocabulário quando a competição chegar. Dentro de seis meses concluo o curso, mas vou continuar estudando para praticar até o final de 2013. Depois, quero aprender espanhol”, diz jovem, que trabalha num hotel em Moema. O gerente de franquias da UNS, Carlos Coelho, diz que em 2012 houve aumento significativo na demanda. “As matrículas cresceram de 10% a 15% sobre a média comum de rede.”

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Franqueada da UNS Idiomas participa de matéria no jornal Brasil Econômico sobre carreira e maternidade

Acerte na escolha dos serviços para cuidar do seu bebê

Por Marília Almeida

Marissa Mayer, que assumiu a presidência do Yahoo! em julho grávida de seis meses, anunciou recentemente que sua licença maternidade (o bebê nasceu dia 30) seria de apenas duas semanas. Abrir mão de um período com o filho recém-nascido é uma decisão cada vez mais comum à medida que a mulher conquista cargos – e salários – mais altos.

Fabiana Pardo, 37 anos, franqueada da UNS Idiomas, tem duas filhas e optou por uma babá para cuidar de ambas até completarem um ano e meio.

Para ler a matéria completa, clique na imagem abaixo 

Diário do Comércio (BH) destaca expansão da UNS Idiomas em Minas Gerais

UNS Idiomas aposta no mercado mineiro 

Diante de um cenário promissor, de aquecimento econômico e geração de empregos em função dos eventos esportivos nos próximos anos, a UNS Idiomas, umas das maiores redes de franquias de escolas de inglês especializadas no ensino da língua em 18 meses, investe fortemente no mercado mineiro. De acordo com o gerente de franquias de rede, Carlos Coelho, a meta da UNS é chegar a pelo menos três escolas em operação até 2014.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo