Tag: clínicas odontológicas

Sorridents é uma das franquias destacadas pela Folha de São Paulo em matéria sobre expansão

Cuidados com o corpo e o rosto aceleram a expansão no setor

Assim como as franquias de depilação, também estão em expansão no país as redes de franquias odontológicas. A Sorridents, empresa do setor, apostou no aumento de pacientes nas áreas de implantes, ortodontia e tratamentos preventivos e estéticos, como limpeza e clareamento.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo:

folhasorridents

Dra. Carla Sarni, fundadora da Sorridents, participa do programa Conta Corrente, da GloboNews

Sorridents conta com 149 unidades e é a maior rede brasileira de clínicas odontológicas

 

Fundada em 1995, em São Paulo, a Sorridents surgiu com a proposta de oferecer tratamentos dentários para clientes da classe C.

Com o aumento da demanda, a cirurgiã dentista, Carla Sarni, apostou em um mercado e em um modelo de franquias para expandir o negócio. Hoje a rede conta com 149 clínicas e prevê abrir 29 novas unidades até o final do ano.

Para ver a entrevista na íntegra, clique na imagem ou no link abaixo 

 

http://globotv.globo.com/globonews/conta-corrente/v/sorridents-conta-com-149-clinicas-e-preve-abrir-20-novas-unidades-ate-o-fim-de-2013/2868813/

 

Dra.Marcela Baptista, da Sorridents, fala ao jornal Agora SP sobre importância de rapidez no atendimento à saúde bucal

1 em cada 5 postos leva 1 mês para marcar dentista

Por Léo Arcoverde

Uma em cada cinco UBSs (Unidade Básicas de Saúde) da capital faz o paciente esperar mais de um mês por uma consulta com dentista.

Segundo dados obtidos pelo Agora por meio da Lei de Acesso à Informação, em 54 dos 290 postos que agendavam consulta no dia 4 de junho, o tempo de espera para a realização da primeira consulta era superior a 30 dias.

Prolemas na saúde bucal, quando não tratados, podem provocar, em um longo prazo, danos graves ao paciente, segundo especialistas.

De acordo com a dentista da rede Sorridents, Marcela Baptista Encinas, uma bactéria de um abscesso (acumulação de pus) na boca pode entrar na corrente sanguínea e se alojar em órgãos como coração e pulmões. “Uma simples cárie, se não tratada, pode obrigar o paciente a extrair o dente”, afirma.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

 

Portal norte-americano Deal Watch entrevista Jorge Geras, CEO da Sorridents, sobre expansão da rede na America Latina

Brazil´s largest dental clinic chain Sorridents eyes Latin America expansion, open to private equity funding

Sorridents, Brazil´s largest national chain offering dental and orthodontic health services, plans to expand into Latin America within the next three years through mergers and acquisitions, and is currently meeting with private equity funds to choose an investment partner, the company´s CEO told Deal Watch.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo 

Executiva da Sorridents participa de matéria sobre expansão de franquias odontológicas no jornal DCI

Sul e nordeste devem puxar expansão de odontológicas

Por Igor Reis

As regiões Sul e Nordeste do Brasil devem puxar o crescimento do mercado odontológico, de acordo com as empresas que atuam  no setor, dando continuidade ao crescimento desse serviço a despeito das condições macroeconômicas do País. Dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) mostram que o número de beneficiários de planos odontológicos cresceu 10% em 2012, totalizando 18,606 milhões.

A Sorridents, maior franquia de clínicas de tratamentos odontológicos do País, espera expandir a sua rede para outras regiões. Hoje com 182 unidades, espera chegar a dezembro com 200 unidades,  além de mais 20 a serem inauguradas no primeiro semestre de 2014. “O nosso plano de expansão está concentrado no Rio de Janeiro, Norte, Nordeste e também no interior de São Paulo”, disse a coordenadora de expansão da Sorridents, Gislene Soares.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo 

Sorridents é tema de matéria institucional de quatro páginas na revista Época Negócios

A vendedora de sorrisos

Por Ariane Abdallah

Antes de dentista, Carla Sarni, de 39 anos, é uma vendedora. É a  sua capacidade de persuasão que explica grande parte do sucesso da Sorridents, a organização que fundou em 1995. A empresária partiu de um ideal. Queria oferecer tratamento odontológico de alto nível às classes C e D. Hoje comanda a maior rede de franquias do setor  na América Latina, com 143 unidades em funcionamento, além  de 39 em fase de conclusão. Elas estão espalhadas por 57 cidades, em 16 estados do Brasil. A meta para este ano é abrir mais 20 clínicas e alcançar um faturamento de R$ 200 milhões.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Dra. Carla Sarni, da rede Sorridents, conta sua história de sucesso à revista InfoMoney

Sorrindo à toa

Por Karla Mamona

Não faltam motivos para a empresária por trás da marca Sorridents sorrir à toa. Há 17 anos, a Dra. Carla Renata Sarni comanda a maior rede de clínicas odontológicas do Brasil e a segunda maior empresa de odontologia em todo o mundo. Atualmente, são mais de 180 clínicas de tratamento dentário em 16 estados brasileiros e mais de 1 milhão de pessoas atendidas.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Sorridents é case de sucesso no especial Novos Empreendedores, da revista Meu Próprio Negócio

No alvo, a nova classe média

Por Milton Correia Jr.

A rede Sorridents completou 17 anos de atuação no mercado brasileiro como a maior rede de clínicas odontológicas da América Latina. A empresa foi fundada em 1995, no bairro popular de Vila Cisper, na zona leste de São Paulo (SP), pela dentista Carla Renata Sarni. Ascendeu à rede de franquias em 2005, com o propósito de oferecer à população a oportunidade de tratamentos odontológicos de qualidade. Filiada à Associação Brasileira de Franchising (ABF), a marca está presente em 14 Estados brasileiros, com 170 clínicas e já atendeu mais de 1,3 milhão de pacientes.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Executiva da Sorridents participa de matéria sobre imagem e carreira no jornal Brasil Econômico

Executivos apostam na vaidade para melhorar a imagem e a carreira

Por Marília Almeida

A Política de incentivos e benefícios para retenção de talentos executivos chegou aos tratamentos estéticos. Cada vez mais empresas oferecem esse tipo de cobertura. É uma maneira de unir o útil ao agradável: executivos, principalmente de alto escalão, costumam refletir a imagem da empresa que representam, principalmente em negociações.

É o caso de Elisabete Leite, 29 anos, consultora de campo da Sorridents, rede de clínicas odontológicas. Trabalhando há cinco anos na área, resolveu encarar um tratamento dentário, com duração de dois anos, para corrigir seu problema de mordida cruzada, parcialmente custeado pela própria empresa.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

Ações de voluntariado da rede Sorridents são destaque em edição especial da revista Exame PME

Todo mundo engajado

Por  Daniela Toviansky

Nos últimos anos, muitas empresas passaram a fazer ações sociais. Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), 69% dos negócios brasileiros apoiam alguma causa. Em muitos casos, a ajuda é feita com trabalho voluntário dos funcionários.

Antes de cursar odontologia, Carla Sarni, de 38 anos, dona da rede de clínicas odontológicas Sorridents, mal tinha dinheiro para tratar os próprios dentes. Filha de motorista e de uma cabeleireira de Pitangueiras, no interior de São Paulo, ela era chamada de camelô pelos colegas da faculdade porque vendia roupas na escola para pagar as contas. “Tratamento odontológico era inacessivel para muita gente”, diz Carla. “Por isso, quis abrir uma clínica popular”. Em 1995, Carla montou um consultório na Vila Císper, zona leste de São Paulo. “Assim que formei a clientela e comecei a ter lucro, decidi fazer algo pelos moradores do bairro”, diz Carla, que passou a atender gratuitamente dez crianças por mês.

 Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

 

Programa A Grande Ideia, do SBT, conta case de sucesso de franqueado da rede Sorridents

Aos 52, vendedor abre clínica odontológica para ajudar a filha

Luiz Antônio Machado trabalhou quase 40 anos com vendas em multinacionais. Quando sua filha Tatiane terminou a faculdade de Odontologia, ele, que estava com 52 anos de idade, investiu R$ 350 mil para abrir a franquia de uma clínica odontológica Sorridents e ajudar a filha a começar a trabalhar. Assista a mais um episódio da série “Empreendedor na Melhor Idade”

Para ver a matéria na íntegra, clique na link abaixo

http://www.sbt.com.br/agrandeideia/reportagens/post.asp?c=1080

 

 

Jornal Extra (RJ) consulta profissional da Sorridents sobre como agir em emergências odontológicas

Sorrisos recuperados

Por Thamyres Dias

Esta semana, a apresentadora Ellen Jabour levou um tombo e quebrou dois dentes, quando andava de patins, em São Paulo. O susto passou, mas Ellen ainda se recupera sem poder falar. Emergências odontológicas como essa podem acontecer a qualquer momento, seja num esporte, ou apenas andando na rua. A dentista Carla Moruzzi, da Sorridents, explica o que fazer para restaurar o sorriso.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

 

 

 

Dra. Carla Sarni, da Sorridents, é destaque na revista Go Where Business em matéria sobre empreendedoras de sucesso

Elas têm a força

Por Leonardo Millen

Que as mulheres estão ocupando cada vez mais espaços nobres nas empresas não é novidade. Isto sem falar nas empreendedoras de sucesso, que conseguiam erguer impérios. Segundo pesquisa divulgada pelo Instituto Ethos, há cinco anos as executivas correspondiam a apenas 6% dos cargos de diretoria na 500 maiores empresas do Brasil. Hoje elas representam 11,5% dos postos de diretoria, 24,6% dos de gerência e 37% dos de supervisão.

Fundada em 1995, na zona leste da capital paulista, a Sorridents é hoje a maior rede de clínicas odontológicas da América Latina. São mais de 180 clínicas franqueadas em 14 estados: São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Pernambuco, Ceára, Paraíba, Pará, Rio Grande do Norte,  Rio Grande do Sul, Rondônia, Sergipe e Distrito Federal.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo