Category: Media

assessor-reporter

Assessor-repórter: qual é o papel da assessoria de imprensa nos escritórios de advocacia?

Conforme falamos neste texto, a assessoria de comunicação oferece a escritórios de advocacia e profissionais liberais do direito visibilidade e relacionamento com a mídia de forma a gerar novos negócios, conquistar clientes e ampliar a credibilidade nas relações com a mídia. Mas como a assessoria de imprensa identifica o que é pauta dentro de um escritório de advocacia e como o assessor cria demandas de relacionamento com a mídia através de sua vivência na conta? Confira abaixo alguns insights da nossa equipe de atendimento.

Read More
MediaTrainingLarge

Por que o Media Training é essencial para redes de franquias?

O Media Training é uma das ferramentas da comunicação utilizadas pela assessoria de imprensa, que prepara porta-vozes dentro de uma empresa ou organização para se relacionarem com a imprensa. O treinamento aborda questões primordiais para que executivos saibam como lidar com veículos de comunicação de maneira estratégica, cordial e amistosa, a fim de conquistar divulgações em mídia espontânea e de se tornar referência para jornalistas e influenciadores.

As redes de franquia normalmente detêm mais de um porta-voz: os executivos da própria franqueadora, tais como fundador, gerente de expansão e gerente comercial, além dos próprios franqueados, que podem ter boas histórias para contar, com pontos de vista diversos.

Levando em consideração a pluralidade de personagens e de porta-vozes que uma rede de franquias pode ter, selecionamos o que é preciso saber para que as redes de franquia tenham um treinamento de imprensa campeão. Confira abaixo.

 Quem deve participar do media training?

Executivos e franqueados devem participar dos treinamentos de mídia. É interessante que a rede atualize o seu anualmente, para garantir que mesmo com o crescimento ou troca de profissionais, todos estejam alinhados e habilitados a lidar com a mídia e com situações de crise que possam repercutir na imprensa.

 O media training é uma preparação para entrevistas?

Sim, e vai além. Parte da função do treinamento de imprensa é orientar porta-vozes para entrevistas, para que se saiam bem, falem com clareza aquilo que a marca pretende e precisa comunicar. O media training abre o olhar dos executivos da empresa sobre como e quais veículos são mais estratégicos para o negócio e, mais especificamente, para aquilo que se espera conquistar com uma divulgação: vendas, relacionamento, talentos, branding. É importante para entender tecnicamente de que forma o planejamento comercial pode – e deve – andar de mãos dadas com as ações de Assessoria de Imprensa, e também para prever situações comuns na comunicação corporativa com jornalistas e evitar eventuais problemas. A atuação de profissionais nas redes sociais da marca também pode ser pautada neste treinamento.

 Algumas etapas importantes de um media training e tempo de duração:

– Definição dos objetivos da rede de franquias em relação a comunicação e relacionamentos com a imprensa;

– Mapeamento dos principais stakeholders da rede de franquias;

– Seleção das key messages que dão base aos objetivos de comunicação;

– Definição de porta-vozes da rede de franquias;

– Análise de perfil dos porta-vozes;

– Mapeamento dos veículos estratégicos de imprensa para a rede de franquias;

– Estudo de cases do setor em que a franquia atua e análise de inserção dos concorrentes em veículos de imprensa;

– Treinamento teórico de imprensa;

– Treinamento prático de imprensa, com simulação de entrevistas e eventos de relacionamento;

– Avaliação de resultados de cada um dos porta-vozes e propostas para a melhoria destes resultados.

Pode durar um período do dia, um dia inteiro com intervalos para café e refeições ou até alguns dias seguidos. Vai depender da demanda da rede, bem como da quantidade de participantes.

 Qual é o momento adequado para a rede de franquia passar por um media training?

Quando a marca definir que pretende estar na mídia em forma de notícia. Ou, ainda, quando a marca já estiver na imprensa sem mesmo ter planejado isso. Não existe momento ideal, mas, sempre que houver relação entre empresa e imprensa, deve-se ter passado por um treinamento.

É importante avaliar a fase em que está a rede e seu grau de exposição na mídia. Está crescendo? Atingiu maturidade e reconhecimento de mercado? Está passando por alguma crise? Vai lançar um novo produto, serviço ou tecnologia? Vai mudar seu modelo de negócios? Fechou o trimestre/semestre/ano com lucro, queda ou estabilidade?

Cada uma destas situações merece atenção especial e dedicação a uma estratégia de comunicação com Imprensa. Daí a importância da constante atualização no treinamento e alinhamento de discursos.

 Como o media training auxilia a rede de franquias num momento de crise?

Crises de imagem podem afetar a marca de formas diversas e impactar seriamente no negócio. O media training é ideal para que a comunicação em momentos sensíveis seja clara e honesta com os steakholders e o público em geral e também capaz de indicar os caminhos que vão levar a empresa para fora da conjuntura negativa. Quais ações a rede vai tomar para consertar um erro ou para reagir a uma situação? Qual caminho a ser seguido? Um posicionamento oficial para estas questões, tanto com foco em Imprensa quanto em redes sociais, colabora com a manutenção positiva da imagem ou seu resgate.

É a partir do media training que a rede consegue definir quem é o melhor porta-voz para responder pela empresa em momentos delicados, sempre com a orientação e acompanhamento da Assessoria de Imprensa em parceria com outras áreas que podem ser envolvidas, como a jurídica, por exemplo.

A Ideias & Efeito oferece media training para empresas e seus executivos. Tem um time dedicado ao atendimento de franquias, com amplo knowhow e soma diversos cases de sucesso em seus 14 anos de atuação. Conheça nosso portfólio de clientes.

Assim como em todos os anos anteriores, nossa equipe esteve junto aos clientes do setor durante a ABF Franchising Expo 2017, que aconteceu entre os dias 21 e 24 de junho no Expo Center Norte.

Fique atento ao nosso blog e às nossas páginas do Facebook e do Linkedin, com notas sobre o evento e saiba mais sobre como uma assessoria de imprensa com ampla experiência em franchising pode auxiliar no desenvolvimento da sua marca.

CAM-CCBC e L.O.Baptista Advogados são destaque em matéria sobre competições internacionais

Competir no exterior enriquece currículo

Universitários que encaram o desafio de participar de disputas internacionais enriquecem suas habilidades e ganham destaque

Os estudantes que desejam construir carreira na área de arbitragem contam com o Vis Moot, que se realiza todos os anos em Viena, na Áustria. A competição foi criada para fomentar o estudo nas áreas de arbitragem comercial internacional e direito do comércio internacional. “Neste ano, serão 342 faculdades do mundo inteiro e mais de três mil alunos. Só do Brasil teremos estudantes de 24 instituições”, conta o presidente do Centro de Arbitragem e Mediação da Câmara de Comércio Brasil – Canadá (CAM-CCBC), Carlos Forbes.

Sócio da área de arbitragem do L. O. Baptista Advogados, Paulo Macedo considera importante essa experiência na formação do aluno. “Eles vivem um pouco da prática da profissão que não é só voltada para o conteúdo. Ela também é muito focada na capacidade de argumentação e exige demais do aluno”, afirma.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo:

Valor FORBES

 

 

Jornal Estado de Minas publica artigo do presidente e da secretária-geral adjunta do CAM/CCBC

Desafios da arbitragem com a administração pública

CARLOS SUPLICY DE FIGUEIREDO FORBES
Presidente do Centro de Arbitragem e Mediação da Câmara de Comércio Brasil-Canadá (CAM/CCBC)
PATRÍCIA SHIGUEMI KOBAYASHI
Secretária-geral adjunta do CAM/CCBC

A revisão da Lei de Arbitragem, aprovada pela Lei 13.129/15, é mais um importante capítulo da história da arbitragem no Brasil. As alterações foram realizadas com o objetivo de ampliar o âmbito de sua aplicação e dispor sobre alguns temas de relevância, tais como a escolha dos árbitros quando as partes recorrem a órgão arbitral, a interrupção da prescrição pela instituição da arbitragem, a concessão de tutelas cautelares e de urgência nos casos de arbitragem, além de incluir instrumentos de comunicação entre árbitro e juiz estatal.

Para ler o artigo na íntegra, clique na imagem abaixo:

estado-de-minas-camccbc

 

Site da revista Construir Nordeste destaca o 1° Seminário Internacional de Dispute Board, em São Paulo

Uso do Dispute Board na infraestrutura brasileira é foco em Seminário Internacional em São Paulo

Ex-ministra Ellen Gracie apresenta seu apoio para melhoria do setor no Brasil 

Nos últimos dias 7 e 8 de agosto ocorreu o 1º Seminário Internacional de Dispute Board, em São Paulo, organizado pela Câmara de Mediação e Arbitragem do Instituto de Engenharia, Câmara de Arbitragem Empresarial – Brasil (CAMARB), Instituto Brasileiro de Direito da Construção (IBDiC) e pela Associação para o Desenvolvimento da Engenharia de Custos (AACE).

O seminário retratou a experiência global e eficiência da utilização dos Dispute Boards na prevenção e solução de conflitos em grandes projetos de infraestrutura. “Nosso principal objetivo é ampliar o conhecimento sobre a modalidade no Brasil, reforçando o ganho de eficiência, na economia de tempo e dinheiro que a constituição do comitê proporciona”, ressalta Felipe Moraes, Secretário Geral da CAMARB – Câmara de Arbitragem Empresarial – Brasil.

 Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo:

Revista Construir nordeste online - 29.08

 

 

Ricardo Ladorucki, fundador da Sorriso Digital, fala sobre mau hálito para Super Varejo

Odor Ingrato

Como não costuma ser percebido de imediato pelos portadores do distúrbio, o mau hálito pode provocar repulsa nas pessoas que se relacionam com eles

 Por Sandhra Cabral

Quem nunca ficou constrangido ou não soube como agir diante de alguém com mau hálito? O famoso e tão temido “bafo” não pode ser encoberto nem mesmo pelo mais belo sorriso, o que torna o distúrbio motivo de grande preocupação, já que as relações humanas passam, obrigatoriamente, pelo diálogo entre as pessoas.

“Para a boca, nariz e seios paranasais, fazemos exames clínicos e radiográficos. No estômago e intestino, exames em vídeo são os mais usados”, diz o clínico-geral e pós-graduado em estética da clínica Sorriso Digital, Ricardo Ladorucki

 Para ler a matéria na íntegra, clique nas imagens abaixo:

image-gallery3

Case Study: Envato Website Redesign

Nunc blandit tincidunt consequat. Duis diam metus, suscipit in pulvinar eget, egestas id arcu. Duis a enim vel mauris ultrices. Nullam aliquet velit ac velit tempus in semper neque auctor.

Read More

Audio Post

Nullam adipiscing sapien ut mi elementum sit amet dictum magna luctus. Donec id ligula ut tellus ultricies ornare quis vel nunc lorem ipsum dolor sit amet.

Read More

Dr.Felipe Kfouri, do L.O.Baptista Advogados, assina artigo sobre a MP dos Portos na Folha de S.Paulo

Texto deixa de fora mudanças profundas em vários setores

Nos últimos dias, o Brasil teve a oportunidade de acompanhar de perto os bastidores da acaloradas discussões que levaram à aprovação do texto – base da medida provisória nº595-A de 2012, que disciplina a exploração direta e indireta de portos e instalações portuárias no país.

Como decorrência de um processo de exercício democrático um tanto desordenado, em que os interesses conflitantes de grupos políticos, setores econômicos e trabalhadores foram expostos sem qualquer parcimônia, concebeu-se um novo marco regulatório, que já nasce sob uma forte pressão por resultados concretos e imediatos.

Para ler o artigo na íntegra, clique na imagem abaixo

Dra. Ellen Gonçalves, do Pires & Gonçalves Advogados, fala sobre novo pacote de defesa do consumidor ao Estado de S.Paulo

Pacote de defesa do consumidor reúne medidas já em vigor

Por João Villaverde

Entre as medidas que compõem o novo pacote está um projeto de lei que fortalece a ação dos Procons, que passarão a ter o poder de decidir sobre a restituição de cobranças indevidas sem passar pela Justiça. Um decreto estabelece prazo de 30 dias para que o conselho de ministros envolvidos com a defesa do consumidor defina a lista de 30 produtos considerados essenciais.

Essa lista determina quais produtos podem ser trocados ou substituídos imediatamente, caso o consumidor identifique algum defeito. Para a especialista em direito do consumidor Ellen Gonçalves Pires, sócia do Pires & Gonçalves Advogados Associados, esse é o ponto mais preocupante do pacote. “Com a possibilidade de alteração abrupta do sistema, haverá impacto  relevante em diversos setores da economia.”

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

José Roberto Martinez, do L.O. Baptista-SVMFA Advogados, fala ao Valor Econômico sobre reforma tributária e desoneração

Economistas divergem sobre estratégia de fazer uma reforma tributária ‘fatiada’

Por Marta Watanade

Tributaristas  dizem que a desoneração de folha de pagamento teve efeito muito diverso sobre as empresas e temem que mudanças no PIS e na Cofins provoquem aumento de carga tributária.

Para José Roberto Martinez, tributarista do escritório L.O. Baptista-SVMFA, a desoneração é uma medida paliativa. O advogado é contra uma reforma em fatias. “Algumas medidas são imediatistas e perdem o foco de uma organização mais geral.”

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo