Category: Miguel Neto Advogados

TV ALESP ENTREVISTA CLIENTE DA IDEIAS & EFEITO COMUNICAÇÃO

Representando o escritório Miguel Neto Advogados, o especialista em direito administrativo e regulatório, Fábio Izidoro, fala sobre a desestatização da Eletrobras no Programa Conexão Legislativa. O advogado explica a medida provisória 1031 de 2021, que trata da privatização da Eletrobras, buscando a diminuição do capital social da empresa, diluindo o poder de controle da União.

 

Quer conferir o vídeo completo? Clique aqui: https://cutt.ly/ymvW41w

Para você saber mais sobre a MNA, acesse: www.mnadv.com.br.

Miguel Neto Advogados no jornal Correio Braziliense

O sócio do Miguel Neto Advogados, Fabio Izidoro, foi um dos entrevistados para a matéria do jornal Correio Braziliense sobre o reequilíbrio econômico-financeiro nos contratos de concessões em meio a pandemia Covid-19. Confira!

Estratégia durante a pandemia – IBDA, L.O. Baptista e Miguel Neto Advogados no jornal Correio Braziliense

Durante a pandemia da COVID-19, em que a imprensa está com as atenções bastante voltadas para o assunto, nossa equipe tem usado como estratégia a busca de oportunidades em torno do tema. Foi o caso deste resultado alcançado para o Instituto Brasileiro de Direito Administrativo (IBDA) no jornal Correio Braziliense.

A presidente da Comissão de Serviços Públicos da entidade, Adriana Schier, concedeu entrevista à jornalista Simone Kafruni sobre como a crise evidenciou os problemas sociais no Brasil. Também participaram da matéria outros clientes da agência: os escritórios L.O. Baptista e Miguel Neto Advogados. A reportagem foi capa do caderno de Economia.

Confira: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2020/04/20/internas_economia,846332/desigualdade-que-envergonha-crise-da-covid-19-ampliara-problemas-soci.shtml

 

Miguel Neto Advogados concede entrevista para o Jornal O Globo sobre MP 936

O renomado escritório Miguel Neto Advogados, em entrevista para O Globo – um dos principais jornais do país -, releva sua opinião sobre a MP 936: “a decisão de Lewandowski atrasará a recuperação de negócios em crise por causa dos dias parados. Espero que o plenário do STF reverta logo a decisão para as empresas terem mais previsibilidade nas relações trabalhistas em tempos excepcionais como os atuais”.

Além da versão impressa, a banca também garantiu exposição na versão online do veículo. Confira na íntegra: https://oglobo.globo.com/economia/decisao-de-lewandowski-anula-efeitos-da-mp-936-dizem-especialistas-24357812

Miguel Neto Advogados e L.O Baptista Advogados falam ao Estado de S. Paulo

Advogados dos escritórios Miguel Neto Advogados e L.O Baptista Advogados são destaque na seção Negócios do jornal O Estado de S. Paulo. A matéria aborda a queda na demanda de passageiros nos cinco aeroportos concedidos à iniciativa privada no governo Dilma Rousseff, frustrando o plano de investimento das concessionárias.

O Estado de S. Paulo versão impressa_Miguel Neto_18_05_2018

 

Confira os destaques de assessoria de imprensa do 1º bimestre de 2018

O ano começou com grandes resultados de assessoria de imprensa para os clientes da casa. A Associação Brasileira da Indústria Óptica, a Abióptica, falou à Folha de S. Paulo e ao Valor Econômico sobre a retomada no crescimento do setor.

O presidente da Finnet, Yoshimiti Matsusaki, conversou com a Revista Exame sobre o surgimento de novas criptomoedas e consolidação deste mercado. A reportagem foi destaque de capa do veículo.

A customização da publicidade em vídeo de acordo com o perfil de consumo do público a ser atingido foi o tema abordado pela Época Negócios no bate-papo com David Reck, CEO da Reamp.

A Dra. Carla Sarni, CEO da Sorridents Clínicas Odontológicas, contou sua história de empreendedorismo à IstoÉ e sugeriu os #caminhospara2018, na campanha homônima que a Tv Estadão está fazendo com foco na recostrução político-econômica do Brasil.

O leilão do último trecho do Rodoanel foi comentado pelo escritório Miguel Neto Advogados para a Agência Estado e para a Reuters.

A Softline participou do especial de cloud computing do Valor Econômico.

Os advogados do L.O. Baptista falaram à IstoÉ e Folha de S. Paulo sobre obras públicas e sobre leis do trabalho.

Rafael Kiso, fundador da mLabs, comentou para a Exame PME a chegada do Whatsapp for Business.

Por fim, Unicoba foi destaque de meia página em matéria institucional no Valor Econômico.

 

Caso Neymar é destaque de resultados da Assessoria de Imprensa para o Miguel Neto Advogados

As discussões sobre fraude fiscal na venda do jogador Neymar ao Barcelona Futebol Clube rederam bons resultados de Assessoria de Imprensa para o Miguel Neto Advogados, escritório cliente da Ideias & Efeito.

A banca atende ao D.I.S. Esporte e Organização de Eventos, empresa do Grupo Sonda e parceiro estratégico do Santos F.C., que investiu no desenvolvimento do atleta durante a sua trajetória no clube paulista.

Read More

VALÉRIA ZOTELLI, DO MIGUEL NETO ADVOGADOS, É FONTE DO VALOR ECONÔMICO EM MATÉRIA SOBRE PARCELAMENTO DE DÍVIDAS FEDERAIS

O Valor Econômico publicou matéria sobre o Programa Especial de Regularização Tributária (PERT) criado a partir da medida provisória 783. O programa versa sobre o parcelamento de dívidas federais e oferece mais benefícios do que a versão anterior, lançada em Janeiro deste ano por meio da MP 766.

Segundo a matéria, quem aderiu à MP 766 terá dificuldades para migrar para o novo programa, embora ele ofereça soluções mais vantajosas de quitação de dívidas – como abatimento de até 50% de multa e até 90% em juros para pagamentos à vista.A advogada Valéria Zotelli, sócia do Miguel Neto Advogados, falou sobre como o decreto legislativo da MP 783 regulamenta melhor a questão de quitação de débitos federais. Segundo ela, a Medida Provisória  teve pouca adesão por conta do volume de débitos: “Só entrou na MP 766 quem tinha um prejuízo fiscal gigantesco e que a curto prazo não poderia ser utilizado em operação futura. O novo parcelamento é mais interessante e tem gerado mais procura”, disse ela.

Confira a matéria completa na imagem abaixo.

Clipping_Valor Econômico Online_Dra. Valéria Zotelli_14.06.17

Coletiva de imprensa de DIS e Miguel Neto Advogados sobre caso Neymar Jr. repercute globalmente

Delcir Sonda, sócio-proprietário da DIS, e Paulo Nasser, do Miguel Neto, falaram sobre o processo de corrupção que envolve o jogador na Espanha

A Ideias & Efeito Comunicação organizou, na última quarta-feira, 29, a coletiva de imprensa da DIS Esportes e Eventos e do Miguel Neto Advogados para esclarecer os últimos avanços da ação penal que moveram contra Neymar Jr. O jogador é acusado de corrupção nos negócios relativos à sua contratação pelo clube FC Barcelona entre 2011 e 2013.

A entrevista recebeu mais de 20 jornalistas de veículos nacionais e internacionais, como ESPN, O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, Fox Sports, Globo Esporte e Agência EFE. A repercussão foi global.

No Hotel Renaissance, em São Paulo, o sócio-proprietário da DIS, Delcir Sonda, acompanhado do advogado da DIS no Brasil e sócio do escritório Miguel Neto Advogados, Paulo M. Nasser, se pronunciaram e apresentaram, em primeira mão, as novidades e as perspectivas do caso neste momento que antecede o julgamento na Espanha.

Além deles, estiveram presentes na entrevista o diretor-executivo da DIS, Roberto Moreno, e o advogado da DIS na Espanha e sócio-diretor do escritório lus+aequitas abogados, Eliseu Martínes.

 

 

 

 

Paulo Nasser, do Miguel Neto Advogados, comenta caso Neymar em matéria do Estadão

Estafe de Neymar rebate DIS e diz que craque não será preso

Empresa do jogador chama grupo responsável pela ação na Espanha de ‘ganancioso’

Por Gonçalo Junior

A empresa NN Consultoria, responsável pela gestão de carreira do atacante Neymar, comentou a decisão da Justiça da Espanha que rejeitou os recursos apresentados pelo jogador, Barcelona, Santos, a empresa N&N e a mãe do jogador, Nadine Gonçalves, contra a acusação de corrupção e fraude na negociação do craque, em 2013.

O grupo de investimento brasileiro DIS, que era dono de 40% dos direitos de transferência de Neymar, recorreu à Justiça espanhola afirmando ter recebido menos do que deveria pela transferência do jogador do Santos ao Barcelona em 2013. “Ganhamos o recurso do Neymar e do Barcelona e agora não tem mais saída, pois todos ‘sentarão’ nos bancos dos réus e podem pegar até cinco anos de cadeia”, afirmou Paulo Nasser, advogado da DIS, logo após a decisão da Justiça espanhola.

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

 

Em matéria sobre repatriação, Estadão publica ponto de vista de advogados dos escritórios Miguel Neto e L.O.Baptista-SVMFA

Repatriação ainda esbarra em dúvidas

Prazo e valores a serem considerados geram questionamentos e contribuinte adia adesão

Por Malena Oliveira

Dúvidas ao aderir ao programa de repatriação de recursos irregulares no exterior ainda fazem o contribuinte parar um passo antes da entrega da declaração. O valor do patrimônio a ser considerado e por qual prazo são os principais questionamentos na hora de prestar contas à Receita Federal.

João Victor Guedes, do L.O. Baptista-SVMFA, diz que há dúvidas quanto à tributação de recursos sobre os quais já incidiram impostos. “Há pessoas que enviaram dinheiro para o exterior entre 1960 e 1990 e pararam de declarar esses recursos no Brasil. Os valores já haviam sido tributados antes de serem mandados para fora”, exemplifica.

Para o contribuinte, o risco maior é o de a Receita considerar inválido o pagamento do “pedágio” para repatriar os recursos e, portanto, não conceder a anistia por crimes financeiros – cuja pena pode chegar a dez anos de prisão. “Algumas questões vão acabar sendo levadas ao Judiciário”, diz José Maurício Abreu, sócio do escritório Miguel Neto Advogados.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo:

Estadão Miguel Neto