Tag: reportagem

Fábio Vieira, do Mattos Muriel Kestener Advogados, fala ao Brasil Econômico sobre contratos internacionais

Brasil adere a tratado sobre contrato internacional

Por Juliana Garçon

O Brasil finalmente aderiu à Convenção de Viena sobre contratos internacionais de compra e venda de mercadorias (Convenção das Nações Unidas sobre Contratos de Compra e Venda Internacional de Mercadorias— CISG, na sigla em inglês), informou a Secretaria Geral da ONU (Organização das Nações Unidas) na última segunda.

O Brasil assinou o acordo em 1980, mas só no ano passado a adesão foi aprovada pela Câmara dos Deputados e pelo Senado. Falta ainda a sanção presidencial, que pode ser feita até 1º de abril, data em que a participação do país passa a ser válida, de acordo com Fábio Vieira, sócio do escritório Mattos Muriel Kestener Advogados.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

Patricia Peck Pinheiro, do PPP Advogados, assina artigo sobre marketing digital na Revista da ESPM

Os impactos legais do marketing na web

Marketing digital não deve ser de modo algum entendido ou praticado como uma invasão de privacidade. Estamos vivenciando um novo contrato social, em que o indivíduo barganha a sua informação em troca de algum benefício. No entanto, isso não pode representar um cheque em branco, visto que, quando não fica transparente a questão da privacidade e do limite de uso dos dados, e há incidente ou ruído na web, quem sai perdendo é a marca.

Para ler o artigo na íntegra, clique na imagem abaixo

GVP IT Solutions é destaque em matéria do Brasil Econômico sobre inovação no QR Code

O jeito de agilizar os canais de atendimento na empresa

Por Carolina Marcelino

O mercado brasileiro, especialmente as agências de marketing e publicidade, vêm utilizando variados recursos digitais para promover a interação entre as empresas anunciantes e seu público. Nos últimos dois anos, um dos recursos que mais ganhou campo foi o QR Code (do inglês Quick Response).

A novidade, agora, é o uso inovador proposto pela GVP IT Solutions – empresa especializada em tecnologia e inovação empresarial. Segundo o Supervisor de Relacionamento da companhia, Daniel Yokosawa, o QR Code pode ser utilizado estrategicamente  para levar o consumidor diretamente aos canais de atendimento das empresas, especialmente o chat mobile.

“O objetivo é facilitar o contato entre as partes, melhorar o atendimento ao cliente, fidelizar aquele  interlocutor e aperfeiçoar a performance de vendas, seja qual for o ramo de atividade da empresa”, conta.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Infracommerce é tema de matéria institucional no jornal Brasil Econômico

Infracommerce inicia atividades neste mês no comércio on-line brasileiro

Por Cristina Carvalho

O potencial de crescimento de 25% para este ano no mercado de e-commerce brasileiro, que tem faturamento estimado em R$ 28 bilhões, segundo dados do e-Bit, tem sido um chamariz para novos investimentos nessa área. Um exemplo que confirma o aquecimento do setor é o lançamento nos próximos dias da Infracommerce. A companhia tem foco no fornecimento de serviços completos para criação e gestão de lojas online e é formada por profissionais nacionais e estrangeiros especializados no tema.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Renata Sucupira Duarte, do Velloza & Girotto Advogados Associados, ganha destaque em matéria do jornal Brasil Econômico

Discriminação de importados em nota fiscal cai em 4 estados

Por Juliana Garçon

As empresas de quatro estados – Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais e Espírito Santo — estão desobrigadas, por decisão  da Justiça, de informar o valor da parcela de importação nas notas fiscais eletrônicas emitidas em operações interestaduais. Já há mais de 15 liminares liberando cerca de 240 companhias da obrigação, conforme apurou o BRASIL ECONÔMICO.

A obrigação foi instituída pelo Ajuste Sinief (Sistema Nacional de Informações Econômicas e Fiscais) número 19,  publicado pelo Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) em novembro de 2012, que regulamentou a Resolução 13 do Senado Federal. A regra entraria em vigor em 1º de janeiro, mas foi postergada para 1º de maio.

As empresas, porém, preferem manter em sigilo o valor da parcela importada porque seus parceiros comerciais tendem a analisar os custos de maneira simplista. “Dá a impressão de que todo o valor restante, além da importação, é margem e lucro”, diz Renata Sucupira Duarte, do Velloza & Girotto Advogados Associados.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

David Reck, diretor da Enken, fala sobre empreendedorismo digital no programa ‘Negócios Online’, da TV UOL

Entrevista

O apresentador José Paulo, no comando do programa “Negócios Online”, recebe o presidente da agência Enken, David Reck, para um bate-papo sobre empreendedorismo digital. O programa “Negócios Online” vai ao ar toda segunda-feira, ao vivo, a partir das 12h pela TV Geração Z – www.tvgeracaoz.com.br

Para ver a entrevista na íntegra, clique no link abaixo

TV Uol

Ubiratan Mattos, sócio do Mattos Muriel Kestener Advogados, é fonte em matéria sobre Reach no jornal Valor Econômico

Lei de produtos químicos da UE já afeta Brasil

Por Marta Watanabe

O Reach, sigla em inglês de uma legislação para controle da entrada de produtos químicos na zona do euro, começa a trazer maiores impactos para os exportadores brasileiros. Companhias como Braskem e Petrobras notam maior demanda de consultas de clientes e de pedidos de certificados em função da evolução da legislação. A Alpargatas substituiu os compostos chamados de ftalatos em toda a linha de chinelos Havaianas para livrar seus produtos de qualquer restrição do Reach nas vendas aos europeus. A Abiquim, entidade que reúne a indústria química, estima que a legislação atingirá 50% das exportações brasileiras.

China e Canadá estudam barreira semelhante ao Reach

Regulamentado em 2006, o Reach deve servir para outros países como modelo para controle de entrada de substâncias químicas.

Ubiratan Mattos, do escritório Mattos Muriel Kestener Advogados, diz que as empresas que exportam para a União Europeia correm risco de ter dupla desvantagem. Elas terão aumento de custo, o que pode tirar a competitividade delas nos mercados externos. “Além disso, podem passar a competir no mercado doméstico com fabricantes que não seguem a mesma legislação”.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Plataforma de e-commerce da PH3A é notícia da seção de Inovação e Empreendedorismo do jornal Brasil Econômico

Plataforma facilita comércio eletrônico de PMEs

Paulo César Costa deu início à PH3A após vender sua empresa especializada em software para base de dados. Como teve que ficar cinco anos fora do mercado por causa da concorrência, o executivo decidiu criar um startup em e-commerce. “Esta plataforma oferece nove soluções para os pequenos e médios empresários”, destaca Costa.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Paulo César Costa, fundador da PH3A, é destaque da coluna Decisão Difícil da revista Você S/A

Exílio do Mercado

Por Vanessa Vieira

Questão de Carreira
Quem nunca sonhou em ganhar muito dinheiro e se aposentar ainda jovem? Em 2006, o cientista da computação Paulo César Costa teve essa oportunidade, mas optou por retornar ao mercado. Há seis anos, a Informarketing, empresa de serviços tecnológicos para marketing direto, desenvolvida por ele virou caso de sucesso.

O dilema
O sucesso do negócio atraiu a atenção do grupo Experian, líder em serviços de análises e de marketing e gerenciamento de riscos. Paulo César recebeu uma proposta para vender a empresa por um valor que lhe permitiria se aposentar aos 41 anos.

A decisão
“Em abril de 2007 fechei a venda da Informarketing. Caso não vendesse, automaticamente ganharia um concorrente que é líder global nesse segmento. Se eu tinha 70 desenvolvedores trabalhando para mim na época, eles poderiam contratar 300. Não foi fácil. A gente sempre diz que quer ganhar na Mega-Sena e se aposentar, mas não é assim. Tentei ficar quatro meses sem fazer nada e, por incrível que pareça, foram os piores meses da minha vida. Viajei, realizei sonhos de consumo. Aí veio a pergunta: e agora? Neste ano estou retornando ao mercado com uma empresa de soluções de e-commerce para companhias de pequeno e médio porte, a PH3A. Os custos do e-commerce costumam ser proibitivos para essas empresas”.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Patricia Peck Pinheiro, referência em Direito Digital, fala sobre ética e segurança na internet em reportagem de capa do caderno Informática no jornal Estado de Minas (MG)

Liberdade Perigosa

Por Shirley Pacelli

Diego Felipe dos Santos tem 10 anos, uma conta no Facebook há dois e acabou de vender o smartphone para comprar um tablet. O garoto é aluno do 2° ciclo da Escola Municipal Israel Pinheiro (Emip), situada do Bairro Alto Vera Cruz, Região Leste de Belo Horizonte. Uma vez por semana, ele tem aula no laboratório de informática, onde é proibido o acesso ao You Tube, chats, jogos de tiro e luta, além de divulgar dados pessoais na rede. As regras estão em um cartaz, mas o sistema da escola não tem softwares que restrinjam o acesso a esses sites. Em casa, Diego entra na internet pelo modem 3G. A mãe não tem acesso à sua conta na rede social, mesmo porque não gosta do site, mas costuma bisbilhotar a atividade do filho em frente ao PC.

Má educação virtual

Em suas andanças por escolas dando palestras, Patricia Peck Pinheiro, advogada especialista em direito digital e fundadora do Movimento Família Mais Segura na Internet, já ouviu muitos casos intrigantes. Certa vez, adolescentes contaram que há pessoas que instalam remotamente um software que liga a webcam de um computador sem o dono perceber. Outro dia, uma garotinha de oito anos ficou surpresa ao descobrir que é proibido por lei baixar músicas e filmes, gratuitamente, protegidos por direitos autorais.

Para ler a reportagem na íntegra, clique na imagem abaixo

Ellen Gonçalves Pires, fundadora do Pires & Gonçalves Advogados Associados, fala sobre projeto de lei do detalhamento das contas de telefonia em matéria do Jornal do Commercio (PE)

Conta detalhada pode virar lei

Por Lara Holanda

O detalhamento das contas de telefonia – como dados de ligações, conexões e transações efetuadas, dados do destinatário, tempo de conexão, e valor cobrado – pode se tornar lei. A Câmara dos Deputados avalia o Projeto de Lei 4442/12, proposto pelo deputado Márcio Marinho (PRB-BA), que reforça ainda mais a necessidade de transparência dessas informações por parte das empresas de telefonia.

A advogada especialista em Direito do Consumidor, Ellen Cristina Gonçalves Pires, sócia do escritório Pires & Gonçalves Advogados Associados, também reforça a importância de uma lei no setor.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

 

Karin Campos, diretora da GVP IT Solutions, e Carla Renata Sarni, fundadora da Sorridents, são destaque em matéria de capa sobre mulheres empreendedoras do jornal O Estado de S. Paulo

Elas contam como viraram mulheres de negócios

Por Cris Olivette

A advogada Helena Toledo é empresária há apenas dois anos e conta que está adorando a nova condição. “É uma iniciativa bastante desafiadora e me sinto realizada”. A cada obstáculo superado, Helena se descobre uma pessoa empreendedora. “Tenho uma veia de marketing que eu desconhecia. Porém, para lidar com as finanças estou fazendo cursos no Sebrae”, revela.

Assim como Helena, em dez anos mais de 441 mil mulheres ingressaram no mundo dos negócios só no Estado de São Paulo. Estudo do Sebrae-SP aponta que nesse período a participação feminina cresceu 25%, o que demonstra que as mulheres têm muito o que comemorar no próximo 8 de março, Dia Internacional da Mulher. Agora, elas são mais de 1,43 milhão.

Na visão da diretora de gestão de pessoas da GVP IT Solutions, empresa especializada em tecnologia e inovação para gerenciamento empresarial, Karin Campos, não existe uma fórmula pronta para as mulheres serem empresárias de sucesso.

A dentista Carla Renata Sarni, fundadora da franqueadora Sorridents Clínicas Odontológicas, afirma que também conciliou muito bem a maternidade com os negócios. “Sou uma mulher muito prática. Nos dois partos que tive fiquei em  casa cerca de dez dias apenas. Claro que para continuar trabalhando precisei montar uma estrutura”.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Maktour é destaque em matéria da revista Go Outside com pacote para acampamento de luxo

Luxo sob as estrelas

Por Verônica Mambrini

Nem hotel, nem acampamento: uma hospedagem tipo “glamping” oferece boa infraestrutura de acomodação e serviço, sem que para isso você perca o contato e a proximidade com a natureza.

Rift Valley Province, Quênia
Por que ir: Próximo à reserva Masai Mara, uma das savanas mais ricas e diversificadas do mundo, o &Beyond Bateleur Camp é fiel ao clima vintage dos safáris africanos que inspiram o glamping. Para compor esse cenário, as tendas são decoradas com peças de antiquário, tapetes de luxo, cristais e artigos de prata. Depois de cada safári de observação da fauna do parque, você pode relaxar se jogando em uma das redes espalhadas pelo acampamento ou dando um pulo na piscina.
Melhor Época: Entre julho e outubro (período de migração das zebras)
Quanto: US$ 3.230 por pessoa por quatro dias e três noites.
Vai nessa: andbeyondafrica.com ou maktour.com.br

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Patricia Peck Pinheiro, referência em Direito Digital, orienta sobre como fazer promoções pela internet em nota destaque da revista Exame PME

Liquidação sem risco

Donos de lojas online precisam tomar alguns cuidados antes de fazer promoções e liquidações. “Nos últimos anos, vem crescendo o número de consumidores que entram na Justiça para reclamar de problemas nas compras feitas em sites de comércio eletrônico”, diz a advogada Patricia Peck Pinheiro, especialista em direito digital. “É preciso tomar alguns cuidados para evitar situações que possam levar a empresa a ser processada.”

Para ler a nota na íntegra, clique na imagem abaixo

Caderno Donna, do jornal Diário Catarinense, destaca lançamento dos novos relógios Citizen da linha Super Titanium

Hora certa com titânio

A Citizen lança novos modelos da linha Super Titanium, 11 relógios. As peças são 40% mais leves e 5 vezes mais resistentes que o aço inox. Um destaque da nova linha é o modelo CA0340-55E, que conta com caixa de 46 mm e pulseira em titânio, vidro de safira, calendário, cronógrafo e resistência à água.

Para ler a nota na íntegra, clique na imagem abaixo