Tag: jornalismo

Special Dog é destaque no jornal Valor Econômico

A Special Dog, uma das líderes brasileiras de alimentos secos para cães e gatos, acaba de ingressar no segmento de alimentos úmidos. A inauguração da fábrica, que já é considerada a indústria mais automatizada do mercado de petfood wet brasileiro, foi o gancho perfeito para conquistarmos um espaço de destaque no jornal Valor Econômico.

A repórter Cibelle Bouças visitou a nova estrutura fabril, localizada na sede da Special Dog, em Santa Cruz do Rio Pardo (SP), e o resultado foi a matéria abaixo. Confiram:

 

Especialista da Imagem participa do programa Bem da Terra, do Canal Terraviva

Marlon Suenari, especialista em agronegócio da Imagem, concedeu entrevista ao programa Bem da Terra, do Canal Terraviva, sobre como os Sistemas de Informações Geográficas ajudam empresas do setor sucroenergético na gestão de processos.

Durante o bate-papo com a apresentadora Renata Maron, o porta-voz da distribuidora oficial no Brasil do sistema GIS mais utilizado no mundo, o ArcGIS, deu exemplos da aplicação da tecnologia e comentou os principais ganhos que as empresas têm com o investimento na plataforma.

Confira: https://tvterraviva.band.uol.com.br/videos/16709475/tecnologia-ajuda-empresas-do-setor-sucroenergetico-na-gestao-de-processos

 

O follow-up “analógico” com jornalistas está com os dias contados?

A era digital estabelece um diálogo cada vez mais rápido e assertivo. Pessoas têm a sensação de lutar contra o tempo e estão ávidas por receber informações de forma instantânea. Você imagina como deve ser atualmente o trabalho de um jornalista para apurar fatos na redação? Com quais ferramentas ele trabalha, como checa a informação? As agências de comunicação são fontes atuantes neste processo e cumprem a importante missão de passar notícias estratégicas para o profissional que está “do outro lado do balcão” por meio do follow-up. Entretanto, esta prática vem mudando e hoje tomou outra forma de ser feita: pelos meios digitais. Será que a conversa ao telefone, para “vender” uma boa pauta e persuadir o repórter, está com os dias contados?

Há 16 anos, quando fundei, com minha sócia, a Ideias & Efeito Comunicação, eram criadas sugestões de reportagem sobre nossos clientes, escritas de forma personalizada no corpo de um e-mail e enviadas para redatores, editores, repórteres especiais que estavam dentro de nossa estratégia de divulgação. Na sequência, pegávamos o telefone – objeto considerado old- fashioned nos dias de hoje – e fazíamos o tradicional follow-up. O conteúdo era desenvolvido de forma bastante rica e funcional para cada jornalista, que naquela época já não tinha muito tempo à disposição dos assessores de imprensa diante das inúmeras matérias que precisava produzir. Fazer um ótimo follow-up que gerasse reportagens publicadas sempre foi premissa dentro da agência na hora de formar equipe. Esta proatividade capaz de emplacar matérias e conquistar espaços na mídia nunca foi tarefa das mais fáceis. Mas sempre tivemos êxito na hora de metrificar resultados e entregá-los para o cliente.

A era digital evoluiu absurdamente e com a chegada das redes sociais e das variadas ferramentas instantâneas de conversa, o telefone já não é tão efetivo. É o que ouço, aqui na agência, da minha equipe – formada pelas gerações Y e Z. Hoje, o assessor de comunicação liga diversas vezes para a redação e só ouve o chamado.  Então, como ser efetivo? Como fazer a notícia chegar na hora exata, para o profissional certo e manter um bom nível de matérias publicadas? A resposta é: atuar como o repórter atua na hora de buscar um dado valioso. Ou seja, praticar a persistência. Rastrear lugares onde ele vai buscar uma fonte de informação, uma ideia interessante. Participar de grupos formados no Facebook, no LinkedIn, trocar mensagens por WhatsApp, e-mail e, apesar da dificuldade, não subestimar o tradicional contato pelo telefone, pois uma hora há de se ouvir um “alô” do outro lado da linha,e, só quem é assessor de imprensa sabe como alguns minutos de conversa são valiosos para emplacar a tão desejada pauta.

 

Renata Noschesi

Jornalista, sócia da Ideias & Efeito Comunicação

Mimoo Grátis no portal UOL

Mimoo Grátis, o mais novo cliente em assessoria de imprensa da Ideias & Efeito, ganhou espaço de destaque no portal UOL.

A matéria, publicada na seção Mídia e Marketing, trouxe detalhes do modelo de negócios da “loja que não vende nada”, proposta inédita no Brasil e no mundo.

O jornalista Renato Pezzotti conversou com o idealizador do projeto, Ernesto Villela, sobre as estratégias por trás da experimentação de produtos e como isso ajuda indústrias de bens de consumo a solidificarem suas marcas.

Confira a reportagem na íntegra: https://economia.uol.com.br/noticias/redacao/2019/06/25/cerveja-gratis-e-so-passar-no-shopping-e-pegar-a-sua.htm

 

 

Imagem no jornal O Globo

Por meio do trabalho de assessoria de imprensa, a Ideias & Efeito gerou visibilidade para a tecnologia ArcGIS, distribuída oficialmente no Brasil pela Imagem, no jornal O Globo.

A empresa foi a responsável pela implementação do Sistema de Informações Geográficas na cidade de Niterói e que está impulsionando o município a se tornar uma smart city referência no Brasil.

A matéria no jornal O Globo mencionou o sistema ArcGIS e contou com entrevista do porta-voz da Imagem, Pedro Coura, gerente regional da empresa.

Confirma o resultado:

 

#TBT de resultados na imprensa – João Santana no jornal Folha de S. Paulo

Em novembro de 2018, um artigo de autoria do especialista em gestão de infraestrutura, João Santana, foi publicado no jornal Folha de S. Paulo, na seção Tendências/Debates.

No texto, Santana fez uma análise da necessidade de se privatizar a Petrobras e quais poderiam ser os entraves ao tentarem “fatiar” a estatal.

Tendências/Debates é um espaço da Folha de S. Paulo bastante disputado, o que eleva a importância dessa conquista por meio do trabalho de assessoria de imprensa para João Santana.

 

Especialista do Zockun Advogados é fonte na IstoÉ Dinheiro

A mais recente edição da revista IstoÉ Dinheiro contou com a colaboração, como fonte especializada, do advogado Felipe Fleury, especialista em Direito Tributário do Zockun Advogados.

A matéria tratou a aprovação do texto da Reforma Tributária pela Câmara na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na última quarta-feira, 22 de maio, e analisou os efeitos práticos da revisão do sistema brasileiro de tributos. Em entrevista, Fleury deu seu ponto de vista sobre o texto apresentado. “Unificar apenas os tributos federais não resolve o problema. A burocracia causada é uma reclamação unânime e a redução de tributos, mesmo que não tenha um impacto no valor a ser pago, já será um alívio”, disse à revista.

É mais um resultado da comunicação estratégia com a imprensa que a Ideias&Efeito está desenvolvendo para o escritório.

Confira: https://www.istoedinheiro.com.br/o-alento-da-reforma-tributaria/

 

 

 

Zockun Advogados na Carta Capital

O trabalho estratégico da assessoria de imprensa resultou em mais uma publicação de destaque para o Zockun Advogados na imprensa. A Carta Capital entrevistou Maurício Zockun, especialista em Direito Administrativo do Zockun Advogados, a respeito da crise testemunhada em múltiplas concessões de serviços públicos. Ele falou sobre as altas dívidas que concessionárias mantêm com o BNDES e apontou as possíveis alternativas para que o prejuízo ao Estado e aos bancos públicos seja o menor possível.

Confira a matéria na íntegra: https://www.cartacapital.com.br/politica/jogo-de-empurra-de-concessionarias-ameaca-bancos-publicos/

 

 

Zockun Advogados no Hora News, da Record News

Maurício Zockun, sócio do Zockun Advogados, o mais novo cliente da Ideias & Efeito, concedeu entrevista ao telejornal Hora News, da Record News. O especialista falou sobre os pontos sensíveis da Reforma da Previdência, aspectos que deveriam ser revistos antes de a PEC chegar ao Senado e quais devem ser os reais efeitos econômicos, a curto, médio e longo prazo, após sua aprovação.

 

#TBT de resultados na imprensa – Samplify na Globo News

Ernesto Villela, presidente da Samplify, concedeu, em 13 de outubro de 2017, uma entrevista para o Programa Conta Corrente da Globonews sobre as táticas dos empreendedores para atrair consumidores. Ernesto acredita potencial do marketing de experimentação, e conta que criou uma tecnologia que vem transformando radicalmente o modelo de entrega de amostras grátis no Brasil. Em 2018, a Samplify chegou a distribuir 11 milhões de sampling de produtos.

Confira a matéria: http://g1.globo.com/globo-news/conta-corrente/videos/t/todos-os-videos/v/quais-as-taticas-dos-empreendedores-para-atrair-consumidores/6217077/

#tbt #Samplify #GloboNews #2017

 

Expo Óptica Brasil – 2º Dia

A equipe Ideias & Efeito está acompanhando o segundo dia da Expo Óptica Brasil 2019 e de olho nas novidades do setor.

Notamos que a baixa visão ou visão subnormal, como é conhecida no meio oftálmico, tem recebido a atenção especial por parte das empresas. É o caso da Coopervision, a única companhia brasileira que produz lentes de contato de até 20 graus para miopia e 15 para hipermetropia.

A Zeiss também oferece produtos diferenciados para esse público: lupas que podem ser acopladas em óculos e lupas de mão fazem parte da linha da marca para quem apresenta baixa visão. Já a Essilor possui uma divisão, a Segment, com soluções ópticas que inclui lentes microscópicas e tecnologia que deixa lentes de graus elevados mais leves e finas.

E quem também roubou a cena do segundo dia da Expo Óptica Brasil foi a apresentadora Sabrina Sato, que marcou presença no stand da Robsol. Ela tirou fotos com os fãs, conversou com os jornalistas e promoveu sua linha de óculos, Sabrina Sato Eyewear.

E para fechar, vale citar a palestra do especialista Marcelo Proença sobre o poder dos influenciadores digitais a favor dos negócios no setor óptico, que foi um dos destaques da Arena de Capacitação.

 

Expo Óptica Brasil – 1º Dia

Começou hoje, em São Paulo, a Expo Óptica Brasil 2019, principal evento do setor óptico na América Latina. E nós, como assessoria de imprensa do evento, acompanhamos toda a movimentação do primeiro dia!

Entre as principais inovações do setor apresentadas pelos mais de 80 expositores, o destaque foi o grande investimento por parte das marcas em lentes oftálmicas que bloqueiam a luz azul emitida por aparelhos eletrônicos, como celulares e tablets. É o caso da Essilor, que está trazendo ao mercado uma lente que bloqueia a luz azul-violeta, prejudicial à saúde dos olhos, mas permite a passagem da azul-turquesa, benéfica para a saúde humana. Ela é a primeira lente do mercado capaz de fazer essa distinção.

A Fhocus é outra fabricante que está apostando na tecnologia que bloqueia a luz de aparelhos eletrônicos, assim como a Zeiss, que está lançando a linha Zeiss Kids com óculos que, além de proteger os olhos da luz azul e de raios UV, também traz a qualidade, resistência e leveza que esse público exige.

E por falar no público infantil, a Vanin está apresentando peças com a tecnologia clip on magnético, uma lente oftálmica com dupla função: solar e de leitura. A lente polarizada gera, ainda, maior conforto para os olhos dos pequenos.

O primeiro dia da Expo Óptica Brasil também contou com a presença de Duda Nagle no stand da Robsol. O ator conheceu os lançamentos da marca, provou suas peças favoritas e ainda conversou com os jornalistas presentes.

Amanhã tem mais e nós estaremos por aqui conferindo todas as novidades!

 

Como nasce a notícia?

Todos os dias profissionais da comunicação elaboram conteúdos para os mais diversos públicos e interesses. Jornalistas, editores, redatores e profissionais de assessoria de imprensa pensam, trocam informações e trabalham juntos para comunicar informações sobre figuras públicas, empresas e governo de forma clara, coesa e concisa. A este processo, chamamos de construção de notícia. Entenda abaixo como isso se dá.

Read More

Como a internet mudou o jornalismo?

A internet mudou a forma de trabalhar para muitas profissões. O jornalismo é, certamente, uma das mais afetadas pelas novas tecnologias. Publicações impressas disputam audiência com veículos digitais e produtores independentes. E todos entraram na dança do maior duopólio que há no mundo digital — Google e Facebook. O texto corrido dá lugar à repetição de palavras-chave do SEO. Isso quando não é substituído por imagens, gifs ou vídeos. Na era digital, o trabalho jornalístico se tornou muito mais que simplesmente informar o leitor: é preciso engajá-lo, torná-lo parte do processo de comunicação.

Tais mudanças afetaram a forma que jornalistas e assessores de imprensa pensam em pautas, se relacionam, fazem pesquisas, encontram personagens para ilustrar seus artigos e trocam informação durante o processo de produção de conteúdo. Confira abaixo as principais mudanças que o jornalismo sofreu com os avanços da tecnologia.

Read More