Tag: investimento

José Hernani Filho, da Pier Consult, participa de matéria sobre a Lei do Bem no jornal DCI

Benefício da Lei do Bem deve abranger optantes do Simples

Por Fernanda Bompan

O governo de Dilma Rousseff vem demonstrando que quer aumentar os investimentos de inovação em diversos setores, exemplo disso é que até o fim desse mês deve ser anunciado um conjunto de medidas que inclui linha de crédito subsidiado de quase R$ 30 bilhões para financiar investimentos.

Segundo José Hernani Filho, um dos sócios da Pier Consult – empresa especializada em Gestão de Inovação -, existe um conjunto de motivos para as empresas não investirem mais. “Falta tradição em direcionar recursos pelos brasileiros, incluindo gestores de grandes empresas, em pesquisa e desenvolvimento, além de que poucos sabem o modo certo para inovar. E a nossa economia ainda é muito fechada”, diz o especialista.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Guia Para Montar Seu Próprio Negócio entrevista diretor da UNS Idiomas em matéria sobre franquias de educação

A hora é agora

Por Luciana Fuoco

A abertura de uma escola de idiomas no Brasil é uma das opções de investimentos que apresentam grande potencial de crescimento para os próximos anos.

De olho na concorrência
Se o mercado está aquecido é inevitável que a concorrência se estabeleça e, nesse setor, não é diferente. Para Carlos Coelho, gerente de franquias da UNS Idiomas, superar concorrentes demanda oferecer produtos e serviços diferenciados, com foco principalmente naquilo que o consumidor busca.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Portal da revista Exame destaca Sorridents como uma das sete melhores franquias para investir depois da aposentadoria

7 opções de franquias para depois da aposentadoria

Por Priscila Zuini

Franqueados que investiram no negócio depois da aposentadoria contam como funciona o dia a dia da franquia

Luiz Antonio Machado, 59 anos, acredita que muitos profissionais deixam de ser aproveitados quando chegam aos 55. “Um profissional com 55 anos está na sua plena capacidade produtiva. Quem tem muita energia, disposição e vontade de encarar novos desafios não pode ficar em casa de pijama.”, diz.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Especial Novos Empreendedores, da revista Meu Próprio Negócio, destaca história de sucesso da rede UNS Idiomas

Do zero ao milhão

Por Milton Correia Jr.

Uma escola de idiomas com método diferenciado de aprendizado e voltada para um público-alvo bem definido foram os fatores que levaram o empresário Marcel Magalhães – mesmo com pouco investimento -, em apenas um ano e meio, a atingir faturamento anual de R$ 1 milhão.

Formado em administração de empresas, Magalhães havia trabalhado em uma multinacional e em um banco antes de ser contratado como assistente comercial de uma escola de inglês em Goiânia. Lá, iniciou o desenvolvimento do projeto de expansão das unidades da escola por todo o Brasil e, assim, ganhou experiência e cresceu profissionalmente. Em 1999, ao ser transferido para São Paulo, Magalhães – na época com 27 anos e no cargo de diretor comercial -, já tinha uma visão própria de como um bom negócio deveria ser conduzido. Assim, decidiu desligar-se da rede e, com sua esposa, abriu em 2003 sua próprioa escola, a UNS Idiomas.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

IstoÉ Dinheiro entrevista Kai Schoppen, sócio-investidor da Underdogs, sobre mercado de marketing digital

Bate-Papo

Kai Schoppen, sócio-investidor da Underdogs

O alemão Kai Schoppen, ex-CEO da BrandsClub, se tornou um investidor em empresas de marketing digital e comércio eletrônico no Brasil. A primeira empresa da área de mídia em que apostou é a agência Underdogs. Ele fala sobre esse mercado à Dinheiro.

Para ler a entrevista na íntegra, clique na imagem abaixo

Valter Pieracciani, da Pieracciani Desenvolvimento de Empresas, fala ao Valor Econômico sobre linhas de crédito para inovação

Governo pode lançar mais linhas de crédito para pesquisa 

Por Alessandra Saraiva

O governo estuda uma série de novas linhas de financiamento à inovação, voltadas para setores mais carentes em investimento em pesquisa e desenvolvimento. O formato dos novos programas pode ser similar ao do Inova Petro, linha elaborada por meio de parceria entre Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e Petrobras, para a cadeia de petróleo e gás, detalhou ontem o presidente do banco, Luciano Coutinho.

Para a consultoria paulistana Pieracciani, especializada em gestão de inovação, já existem bons instrumentos de financiamento para inovação. Mas o direcionamento do crédito poderia ser mais voltado para o setor de serviços, e não concentrado no setor industrial, como ocorre hoje, avaliou o sócio-fundador da consultoria, Valter Pieracciani. “A indústria sempre é lembrada primeiro.”

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Valor Econômico entrevista diretor da Pieracciani Desenvolvimento de Empresas sobre inovação guiada pelo design

Forma e conteúdo

Por Jacílio Saraiva

A beleza abre portas. Pelos menos para as empresas que querem se destacar da concorrência e ganhar consumidores com a ajuda do design. Empreendedores de diferentes segmentos ouvidos pelo Valor Ecomônico confirmam um aumento de até 30% nas vendas depois dos investimentos em novos desenhos de mercadorias, embalagens e pontos de venda.

Projeto deve tocar a emoção do consumidor

Para Valter Pieracciani, sócio da consultoria Pieracciani, especializada em inovação, as empresas devem afetar as emoções do consumidor. “Deve-se acreditar na relação emocional e no afeto que as pessoas podem alimentar por determinados produtos”, diz. Para quem tem poucos recursos para contratar uma agência de design, a dica do especialista é apostar na prata da casa. “Pode-se capacitar equipes internas e ter um retorno em inovação guiada pelo design.”

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo 

Valor Setorial, revista do jornal Valor Econômico, entrevista executiva da Horiba Medical sobre operações no Brasil

Necessidade de o Brasil ampliar o conteúdo local

Por Ediane Tiago

O aumento da demanda por serviços públicos e privados de saúde é sentido também pela indústria de produtos médicos, odontológicos, hospitalares e de laboratórios – filão que exclui apenas a venda de medicamentos.

A japonesa Horiba, com atuação em hematologia, tem, por aqui, mercado cativo no segmento de análises clínicas. “A área de diagnósticos cresce 11% ao ano em média no Brasil e exige cada vez mais automação e tecnologia”, diz Rosemeire Biserra, diretora de negócios da multinacional.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Diário do Comércio (BH) destaca expansão da UNS Idiomas em Minas Gerais

UNS Idiomas aposta no mercado mineiro 

Diante de um cenário promissor, de aquecimento econômico e geração de empregos em função dos eventos esportivos nos próximos anos, a UNS Idiomas, umas das maiores redes de franquias de escolas de inglês especializadas no ensino da língua em 18 meses, investe fortemente no mercado mineiro. De acordo com o gerente de franquias de rede, Carlos Coelho, a meta da UNS é chegar a pelo menos três escolas em operação até 2014.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo 

 

UNS Idiomas ganha exposição em matéria sobre franquias no Suplemento Feminino, do jornal O Estado de S. Paulo

Franquias à moda delas

Por Rosângela Rezende

As principais motivações femininas para investir em um sistema de franquia, conforme a pesquisa da Rizzo, são o suporte e ferramentas oferecidos para a operação do negócio; o apoio dado na escolha da localização do ponto comercial e a maior flexibilidade de horários para estarem mais próximas à família. “Trabalho não falta, mas a escola já está se pagando, e o franqueador me dá total apoio”, conta Fabiana de Morais, uma das 49 franqueadas da UNS Idiomas.

Para ler a reportagem na íntegra, clique na imagem abaixo.

Patrocínio a eventos é tema de entrevista de Eduardo Tomiya, da BrandAnalytics, ao jornal O Povo, de Fortaleza

O valor de um patrocínio

Empresas investem em grandes eventos esportivos e culturais para posicionar e agregar valores à marca

Por Luar Maria Brandão

Associar os atributos de um evento à marca é o principal objetivo das empresas que apostam no patrocínio. Segundo Eduardo Tomiya, diretor da BrandAnalytics, uma das principais consultorias de branding do Brasil, “o patrocínio cria percepção de marca, posicionando-a no mercado e capitalizando atributos emocionais”.

Clique na imagem abaixo e leia a reportagem na íntegra

Jornal do Commercio, de Recife, destaca planos de expansão da UNS Idiomas no Nordeste

UNS Idiomas busca investidores na Grande Recife

Com 49 unidades espalhadas pelo País, a franquia paulista UNS Idiomas está mirando o Nordeste para sustentar a meta anual de crescer 100% em relação a 2009.

Para iniciar a penetração no mercado pernanbucano, a empresa vai apresentar seu modelo de negócios aos reficenses, em evento que acontecerá no Hotel Atlante Plaza, em Boa Viagem, no dia 29 deste mês, às 19 horas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do site www.unsidiomas.com.br/recife. A meta é abrir pelo menos quatro unidades no Estado até dezembro.

Clique na imagem abaixo para ler a notícia

Com gancho na Copa de 2014, jornal Meio&Mensagem veicula matéria institucional sobre a Off Field

Promoção: sucesso condicionado ao conhecimento

A busca pelo “mapa da mina” das oportunidades da Copa 2014 tem mobilizado profissionais de marketing, publicitários e gente de mídia nas empresas e nos veículos. A pergunta recorrente é: como aliar a maior paixão nacional a uma boa percepção da mensagem dos patrocinadores?

“O esporte é um meio efetivo de comunicação, mas o sucesso dependerá de conhecimento do meio, planejamento, estratégia e criatividade”, adverte Eduardo Morato, diretor da Off Field, agência de marketing promocional com foco no futebol.

“Existe muita expectativa em torno da Copa, mas é preciso avaliar se o projeto imaginado dará realmente suporte à realização de bons negócios e se poderá gerar um elevado retorno aos anunciantes”, explica o executivo.

Clique na imagem abaixo e confira a matéria na íntegra