Tag: fraudes virtuais

Bom Dia MS entrevista Dra. Patricia Peck, do PPP Advogados, sobre segurança digital

Especialista em direito digital fala sobre fraudes virtuais

O Bom Dia MS relata quais são os meios usados pelos correntistas para efetuarem operações financeiras durante a paralisação dos bancários. A própria Federação de Brasileira de Bancos (Febraban) orientou a população a usar os serviços de internet.

Um estudo realizado por uma empresa internacional de antivírus em 24 países, incluindo o Brasil, revelou que 2 em cada 3 entrevistados já foram vítimas de fraudes virtuais. Para evitá-las, a advogada Patricia Peck dá dicas de como usar a internet com segurança.

Para ver a entrevista na íntegra, clique no link abaixo

http://g1.globo.com/videos/mato-grosso-do-sul/bom-dia-ms/t/edicoes/v/especialista-em-direito-digital-fala-sobre-fraudes-virtuais/2150522/

 

Diário do Amazonas destaca levantamento feito pela ClearSale sobre fraudes virtuais

Cinco em cada cem compras virtuais no AM sofrem tentativas de fraude

Por Henrique Saunier

O Amazonas é o 12º Estado com o maior registro de fraudes virtuais, segundo levantamento da ClearSale, empresa responsável pela autenticação de compras pela internet, especializada em crimes no chamado e-commerce.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

 

Clearsale é destaque na revista IstoÉ em matéria sobre fraudes virtuais

Compre pela internet, mas não corra riscos

Por Adriana Nicacio e Monique Oliveira

Fazer compras pela internet virou um hábito tão corriqueiro que as pessoas esquecem que há riscos envolvidos na operação. Por mais que as empresas invistam em sistemas seguros, há sempre alguém disposto a fraudá-los. Em 2010, golpes online geraram perdas superiores a R$ 1 bilhão no Brasil – uma enormidade perto dos R$ 20 bilhões que o setor movimenta anualmente no País. Responsável pelas relações institucionais da ClearSale, companhia que combate fraudes nas vendas online de empresas como Americanas, Submarino, Vivo, Magazine Luiza e Shoptime, Arlene Affonso explica que os golpes mais comuns são resultado de cartões de crédito furtados. “Caso o consumidor identifique em sua fatura uma compra em uma loja virtual que não reconheça, pode pedir o estorno”, diz a executiva. “Nesses casos, a loja fica com 100% de prejuízo.”

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo:

Wanderson Castilho fala sobre segurança nas operações em internet banking ao jornal Folha de S. Paulo

Internet já é o 2° maior canal bancário

Por Felipe Vanini Bruning

O internet banking brasileiro é o segundo canal de serviços mais utilizado pelos clientes, atrás apenas dos caixas automáticos (31%), respondendo por 23% das operações bancárias efetuadas no Brasil, segundo dados da Febraban (Federação Brasileira de Bancos).

Segundo Wanderson Castilho, especialista em crimes eletrônicos da consultoria E-Net Security, a maioria das vítimas de fraudes virtuais no internet banking são usuários novos de informática, que acabam cedendo espontaneamente suas informações bancárias.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo: