Category: Pequenas Empresas Grandes Negócios

Sorridents é tema de matéria e de menção honrosa no Guia de Franquias 2016 da revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Sorridents – A diversificação está na cartilha da rede de clínicas odontológicas que virou case em Harvard

Por Ediane Tiago

A cirurgiã-dentista Carla Renata Sarni, fundadora da Sorridents, é uma gestora obcecada pelos detalhes. Nada escapa ao seu radar. Além de oferecer conforto, as clínicas têm de ser bonitas e limpas e manter alto o padrão de atendimento. Tudo para “acolher” o cliente. “Cuidar de gente exige dedicação intensa. Nós lidamos com saúde”, diz ela.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo:

Guia de Franquiassorridents-blog

 

 

Amizade no ambiente profissional é tema de entrevista da diretora da ACAD ao site PEGN

Amizade entre chefe e funcionário é benéfica, mas exige cuidados

Uma relação de amizade dentro do ambiente de trabalho pede maturidade

Por Talita Monaco

A amizade é uma relação de confiança, por isso talvez pareça mais vantajoso ter um amigo trabalhando ao seu lado em vez de um simples colega. No entanto, é preciso ter cuidado ao trazer um relacionamento informal para o ambiente profissional. “A amizade entre líder e funcionário é um assunto bem controverso. Tem seus pontos positivos e negativos”, afirma Graziela Moreno, CEO da Academia de Estratégia (ACAD).

Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.

Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios lista história de sócio-fundadores do Grupo VA como uma das 5 mais inspiradoras para começar 2015

5 histórias inspiradoras para você começar 2015 com tudo

Conheça empreendedores que enfrentaram inúmeras adversidades e conquistaram o sucesso

| Da Redação

A vida não é fácil para ninguém. Você pode pensar que os obstáculos que aparecem no seu caminho – e que o impedem de empreender, por exemplo – são difíceis de atravessar. E podem ser mesmo. Mas é importante lembrar que muitas pessoas tiveram histórias iguais ou piores à sua e que, apesar das intempéries, tornaram-se muito bem-sucedidos.

4. Com R$ 3 mil emprestados, eles criaram quatro redes de franquias

O primeiro emprego de Alexandre Loudrade foi como vendedor de geleias da distribuidora do avô, em Taubaté (SP). Seu talento nas vendas chamou a atenção de Vinicius Almeida, então gerente de uma escola de informática, que contratou Loudrade. Juntos, os dois foram tão bem que a escola os demitiu, dizendo que as vendas eram tantas que eles não eram mais necessários. Após isso, Loudrade foi abrir sua própria empresa de geleias e Almeida criou um centro de ensino.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo:

pegn

Matéria de duas páginas na revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios conta trajetória de David Reck, diretor da Enken

Lições da Estrada

O paulistano David Reck, 32 anos, é apaixonado por motos desde criança, quando sonhava em pilotar uma Harley-Davidson como as que via nos filmes. Na adolescência, teve uma scooter e, depois, uma motocicleta, com a qual ia para o trabalho. Conforme a carreira evoluiu, ele deixou o capacete de lado para vestir terno e gravata. “Visitava clientes, então precisava parecer mais velho e estar bem alinhado”, diz Reck.

Em 2004, ele decidiu fundar uma agência de marketing digital, a Enken. Hoje a empresa tem 50 funcionários e atende clientes como a Gafisa e as maternidades Pro Matre e Santa Joana, entre outros.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Guia de Franquias, da Pequenas Empresas & Grandes Negócios, elege Sorridents a melhor franquia para investir

Movida a sorriso saudável

Por Nelson Rocco

Sem falta modéstia, a empresária Carla Sarni, criadora da rede de clínicas odontológicas Sorridents, líder da categoria saúde e bem-estar deste ano, atribui o sucesso da empresa à sua aptidão para lidar com as pessoas. “Sou muito boa em relacionamento”, diz a dentista. “Dinheiro não é o principal da vida, mas sim ver a marca crescer. Ver o brasileiro com um sorriso saudável é o que me move”. Com esse jeito, Carla transformou sua clínica aberta em 1995 em uma rede com 136 unidades distribuídas por 16 estados.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Tiago Luz, diretor da UnderDOGS, fala à revista PEGN sobre motivação profissional

Como lidar com gente – sem estresse

Por Bruna Martins

Como motivar a Equipe?

Quando o time está completo, é hora de aquecer os motores e fazer a empresa crescer. Para engajar a equipe, é preciso adotar estratégias de motivação.

“Criei um jogo que tem como meta motivar os funcionários. Todo quadrimestre, cada um recebe três vidas: o objetivo é não perde-lás, pois no fim do ano cada uma vale acréscimo de 10% no salário.” diz Tiago Luz, 34 anos, fundador da agência de marketing digital Underdogs.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios destaca COMUNE DCO em lista de 100 ideias para montar uma empresa de sucesso

Agência de publicidade on-line

Após um ano na operação do site de compras coletivas Comune, o confundador David Reck, 30 anos, observou que a receita gerada pelas ofertas era muito baixa. A verdadeira margem de lucro estava nas áreas patrocinadas. Avaliando os anúncios on-line, ele percebeu que era  possível aprimorar o modelo e oferecer ao internauta um produto em que estivesse realmente interessado, ao invés de apresentar banners genéricos. Para isso, é preciso descobrir o que esse usuário já pesquisou e exibir a peça publicitária quando ele estiver navegando na internet.

É o que faz o COMUNE DCO, criada em 2011, em São Paulo. A empresa utiliza um robô que varre as ofertas de uma loja virtual e analisa os produtos visualizados pelo consumidor. Depois, o mecanismo preenche automaticamente o espaço do anúncio com uma sugestão.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios destaca ClearSale em lista de 100 ideias para montar uma empresa de sucesso

Gestão de risco de fraudes em vendas

Em 2001, o estatístico Bernardo Lustosa, 35 anos, analisava um modelo matemático para avaliar o risco de fraude em pagamentos eletrônicos de uma grande rede de lojas de roupas quando conheceu Pedro Chiamulera, 46 anos, que vendia soluções de TI para varejistas.

A soma de interesses deu certo e eles viraram sócios na CLEARSALE, empresa paulistana especializada em analisar os dados de quem faz uma compra pela internet, para avaliar o risco de fraude na operação.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

Dra. Carla Sarni, fundadora da Sorridents, conta à revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios como democratizou o sorriso no Brasil

Saúde

Burocraria e falta de dinheiro fazem com que 20% dos brasileiros permaneçam à margem dos sistemas de saúde, segundo estudo realizado pelo Banco Mundial. Para assegurar esse direito universal, alguns empresários desenvolvem novos caminhos que facilitam o acesso a um tratamento de qualidade.

“Muitos dentistas sonham em trabalhar pouco e ganhar muito, mas meu objetivo era justamente o contrário. Queria atender cada vez mais gente, mas com qualidade, mesmo ganhando pouco. Para cobrar menos, tive de me virar: cotava preços em vários lugares, negociava com fornecedores e fazia estoque de produtos que estavam em promoção”, diz Dra. Carla Sarni, fundadora da Sorridents.

Para ver a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo:

Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios destaca a 100% Vídeo e a rede UNS no ranking anual das melhores franquias para investir

500 franquias para você investir

A 100% Vídeo completou bodas de prata com presença em 12 estados. Nascida em Campinas, a rede apostou forte no franchising em 1995, adotando o sistema como modelo de negócios. Tanto que tem apenas uma unidade própria. Para isso, conta com a colaboração dos franqueados, do planejamento à comunicação. E já se prepara para o futuro: está adaptando tecnologias, como a que loca filmes via pen drive.

Nos “Destaques do Setor”, a UNS, rede de franquias de escolas de idiomas em 18 meses, figura como uma das 5 melhores franquias na escolha do franqueado.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo:

Dra. Patricia Peck Pinheiro e Wanderson Castilho dão dicas à coluna Mundo Legal da revista Pequenas Empresas Grandes Negócios sobre a postura adequada nas redes sociais no ambiente corporativo

Como evitar o assédio moral digital?

Por Patrícia Machado e Marisa Adán Gil

Conversar com funcionários em chats instantâneos, evitar feedbacks por e-mail e encontrar possíveis clientes nas redes sociais: não resta dúvida de que a internet é uma poderosa aliada para empresários e seus colaboradores. Segundo a última pesquisa do Centro de Estudos sobre Tecnologia da Informação e da Comunicação, 93% das empresas brasileiras usam a rede. Mas é preciso cuidado. O uso indiscriminado pode abrir espaço para abusos, como excesso de intimidade nas conversas, uso de palavras agressivas ou visitas a sites inadequados. Levadas às últimas consequências, essas atitudes podem fazer com que a empresa seja alvo de um processo por assédio moral digital. O conceito é novo: uma ação repetitiva e prolongada, dentro do ambiente eletrônico, capaz de expor a vítima a situações constrangedoras. Diante do assédio online, o trabalhador pode se sentir amedrontado e envergonhado.

A utilização de redes sociais no ambiente corporativo deve ser permitida apenas quando a plataforma for necessária para a execução das atividades. “Sites como Twitter, Orkut e Facebook incentivam intimidades no local de trabalho que podem abrir espaço para o assédio moral”, afirma Wanderson Castilho, perito em crimes digitais.

Definir a linguagem que deve ser usada nesse canal e controlar o conteúdo desse material são atitudes que ajudam a afastar o problema. “O e-mail é uma carta formal e por isso devem-se evitar abreviações, “beijos”, apelidos e pontos de exclamação, por exemplo”, afirma Patricia Peck, especialista em direito digital corporativo. “É interessante também que os gestores sejam sempre copiados quando um e-mail for enviado”, completa.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo: