Category: Pieracciani

Valter Pieracciani, da Pieracciani Desenvolvimento de Empresas, fala sobre pessoas inovadoras ao jornal Brasil Econômico

Executivos trocam certo pelo duvidoso e saem  na frente

Por Natália Flach

Não faz muito tempo que, para ver como tinham ficado as fotos da viagem de férias ou do churrasco de domingo, era preciso tirar o rolinho fotográfico da máquina e levar até uma loja de revelação. Com a chegada das câmeras digitais, esse ritual foi deixado de lado. Empresas, como a Kodak,  que não perceberam a tempo a mudança no mercado acabaram com o filme queimado. André Biscegli e Eduardo Carvalho, no entanto, tiveram esse clique. Em 2005, antes mesmo de comprarem máquinas digitais, viram que esse era o futuro o setor. Foi então que o engenheiro e o analista de investimentos decidiram abrir a empresa RevelaWeb, que faz revelações pela internet.

Longe do mundo dos flashes, Raffael Ricci também está à frente de uma empresa que surgiu quando os turistas ainda nem cogitavam a possibilidade de visitar algo além do Corcovado e do Pão de Açucar, no Rio de Janeiro. A mãe dele criou em 1992 a Jeep Tours de olho na vinda de estrangeiros para a reunião Eco 92.

Caíto Maia também teve um “insigth” que levou adiante. Por gostar de óculos escuros, o então consumidor”voraz”, como ele  mesmo define, decidiu mudar de lado do balcão. “Não tinha pesquisa de de mercado e me baseei muito na minha própria necessidade: eu amo óculos de sol e sentia falta de produtos com mais aposta em design para vender no Brasil”, diz presidente da Chilli Beans.

Maia, Ricci, Biscegli e Carvalho têm, em comum, quatro características, segundo Valter Pieracciani, fundador da consultoria de gestão da inovação que leva o seu nome. “Essas pessoas têm a capacidade de sentir, sonhar, arriscar e transformar a si mesmos e o ambiente em volta.”

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

Revista Exame entrevista o italiano Roberto Verganti, especialista em inovação representado no Brasil pela Pieracciani

“Não existe manual de inovação”

Por Guilherme Manechini

Inovar virou um daqueles mantras que muitos presidentes de empresa repetem à exaustão. Criar uma cultura que promova a inovação dentro das empresas, porém, é tarefa para poucos, diz o italiano Roberto Verganti, diretor da Escola Politécnica de Milão. No livro Design-Driven Innovation, recém – lançado no Brasil, Verganti não dá receitas fáceis do que fazer, mas descreve o que, na sua visão, os executivos devem considerar para criar um produto campeão de vendas.

Para ler a entrevista na íntegra, clique na imagem abaixo

 

 

Valter Pieracciani, da Pieracciani Desenvolvimento de Empresas, concede entrevista à Web TV da Harvard Business Review

Durante conversa com a editora Léa de Luca, na web TV da Harvard Business Review Brasil, Valter Pieracciani dá detalhes sobre o conceito da Inovação pelo Significado. O especialista conta, também, um pouco sobre a parceria entre a Pieracciani e o professor Roberto Verganti, da Politécnica de Milão.

Para ver a entrevista, clique no link abaixo

http://www.hbrbr.com.br/tv-hbr/entrevista-com-valter-pieracciani

 

Roberto Verganti, especialista em inovação representado no Brasil pela Pieracciani, concede entrevista à Epoca Negócios online

“Não é preciso ter um Steve Jobs na equipe”

Por Ariane Abdallah

Steve Jobs pode ser um péssimo exemplo. Se usado como referência, fica fácil justificar o desempenho de uma empresa que mantém anos a fio um desempenho mediano, sem grandes citações. Afinal, todos podem alegar que não têm culpa por não ter nascido genial ou por não ter encontrado um gênio para integrar sua equipe –  e garantir produção de boas ideias em série.

Para esse tipo de argumento o livro do pesquisador italiano Roberto Verganti funciona como antídoto. Professor de Gestão da Inovação na Poletécnica de Milão e professor convidado da Havard Business School e da Copenhagen Business School, ele investigou o tema por mais de 20 anos e aplica seu método em empresas como Ferrari, Volvo, Barilla, Nestlé e Unilever. Veio ao Brasil para lançar o livro Design-driven innovation (Mudando as regras da competição: a inovação radical do significado de produtos) e expor o conceito para representantes de corporações como AmBev, BBF Brasil Foods, Dupont, entre outras. Quem se encarrega de difundir a metologia por aqui é a consultoria Pieracciani Desenvolvimento de Empresas.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

Valter Pieracciani, da Pieracciani Consultoria, fala sobre tendências na área de inovação à revista América Economia

Um novo olhar

Como investir em inovação, sem aplicar altas somas em desenvolvimento de novas tecnologias, e, assim ter condições de competir melhor no mercado com os produtos importados? Para responder essa questão, o consultor italiano Roberto Verganti, autor do livro Design-Driven Innovation, estará no Brasil este mês para explicar como alterações no significado dos bens vendidos podem torná-los mais atraentes aos olhos dos consumidores. “Trata-se de mudar o significado dos produtos, buscando pequenas alterações em sua apresentação de forma a criar uma inovação sem necessariamente adotar mudanças tecnológicas.” avalia Valter Pieracciani, sócio-diretor da consultoria Pieracciani.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

 

 

Consultoria Pieracciani participa de matéria sobre inovação no jornal Brasil Econômico

Três perguntas a Valter Pieracciani

Por Natália Flach

O governo fez nova tentativa para estimular a inovação no Brasil. Em abril, reduziu o Imposto sobre Produtos Industrializados(IPI) para montadoras poderem investir em pesquisa e inovação, e, ainda criou o Programa de Sustentação do Investimento, que prevê aporte de R$ 45 bilhões para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). No entanto, Valter Pieracciani, sócio fundador da consultoria que leva seu sobrenome, diz que essas medidas não passam de “refresco” para as empresas.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

 

 

 

Valter Pieracciani, da Pieracciani Gestão da Inovação, fala sobre incentivos fiscais em matéria de capa do Valor Econômico

‘Lei do Bem’  patina, mas indústria lucra com inovação

Por  Marta Watanabe

Integrante da terceira geração da família na administratação da Universal Indústrias Gerais, empresa têxtil instalada no interior de São Paulo na década de 50, Jonathan Yung, chega a fazer eco ao restante dos representantes de um dos setores mais afetados com a concorrência dos importados. Ele afirma que a “maré é baixa” e que viu “clientes morrendo”. O que está fazendo diferença hoje para a Universal, diz Yung, foi a estratégia adotada  há cerca de cinco anos, quando a empresa resolveu investir em inovação de forma planejada e organizada.

A inovação, acredita o consultor Valter Pieracciani, não esteve antes entre as prioridades de estímulo do governo federal. A renúncia fiscal do governo federal para a área, avalia, de R$1,7 bilhão, é muito pequena. O problema não está só do lado do estímulo. “Também falta às empresas colocar a inovação no centro da estratégia dos negócios”, diz Pieracciani.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

 

José Hernani Arrym, da Pieracciani, fala à revista Meu Próprio Negócio sobre inovação empresarial

Igual? Nunca mais!

Por Milton Correia Jr.

Hoje quem não inova não sobrevive. Inovar passou a ser algo que faz parte do dia a dia de qualquer negócio. O empresário tem de pensar como vai surpreender o cliente com um novo produto ou serviço ou de que maneira vai tornar a sua empresa mais eficiente, modificando o modelo de gestão.

O pequeno empresário tem de saber que inovação não acontece apenas em nível de produto. É possivel inovar em outras dimensões. Segundo José Hernani Arrym Filho, sócio-diretor da consultoria Pieracciani Desenvolvimento de Empresas, a inovação também se dá no âmbito do processo, no modelo de gestão e no modelo de negócio.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

 

Diretora de Inovação da Pieracciani fala à revista Gestão & Negócios sobre incentivo fiscal no Brasil

Viva ao incentivo fiscal

Por Érika Marinho

A Lei do Bem faz parte do Plano de Aceleração do Crescimento de Infraestrutura do Governo Federal. De acordo com dados divulgados pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação, é crescente o número de empresas que vêm usufruindo de incentivos fiscais para o desenvolvimento de pesquisa tecnológica e de inovação no País.

A diretora de inovação da Consultoria Pieracciani, Lilian Laraia, explica que os incentivos fiscais à inovação tecnológica, na atualidade, fazem parte da Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (ECNTI), o que representa uma continuidade aos esforços do Plano de Ação Ciência, Tecnologia e Inovação(C,T&I) para o Desenvolvimento Nacional realizado no período de 2007 a 2010(PACTI).

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

Jornal O Globo (RJ) entrevista Valter Pieracciani, da Pieracciani Desenvolvimento de Empresas, sobre criatividade e inovação

Irreverentes, graças a Deus

Por Léa Cristina e Ystatille Freitas

Nem sempre são os que sentam na primeira fila que inovam. Alguns dos grandes nomes do empreendedorismo vieram lá do fundo da sala. Para Valter Pieracciani, sócio-diretor da Pieracciani Desenvolvimento de Empresas, esses irreverentes trazem, muitas vezes, as  quatro ferramentas primordiais para inovar: sentir, sonhar,  arriscar e transformar.

Para ler a notícia na íntegra, clique na imagem abaixo

Mundo Corporativo, revista institucional da Unimed, entrevista Valter Pieracciani sobre inovação nas empresas

O valor de uma ideia radical

Inovação é palavra de ordem em toda empresa – pequena, média, grande – que quer crescer e se destacar no mercado globalizado e extremamente competitivo dos tempos atuais. Buscar uma forma de incrementar um processo ou melhorá-lo ainda mais faz parte do dia-a-dia do mundo dos negócios. Se a inovação é essencial, muitos lançam mão da inovação disruptiva, segundo explica Valter Pieracciani, sócio-diretor da Pieracciani Gestão da Inovação.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

 

O Estado de S. Paulo entrevista Valter Pieracciani em matéria sobre inovação e competitividade nos negócios

Inovar é opção para enfrentar os desafios da competitividade

Por Cris Olivette

Inovar passou a ser a principal alternativa para as empresas enfrentarem a competitividade do mercado. Mas, afinal, o que é inovação? Na opinião do sócio-fundador da Pieracciani, consultoria de gestão da inovação, Valter Pieracciani, a inovação é um movimento democratizante. “Uma pequena empresa pode inovar e derrubar gigantes”, avalia. Entre os clientes da consultoria, está a Universal Têxtil, fabricante de fios e tecidos.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo

Ações governamentais e inovação tecnológica são tema de matéria no Correio Popular, de Campinas, com participação de Valter Pieracciani

Inovar nunca foi tão preciso. Nem tão fácil

Por Adriana Leite

A inovação tecnológica e a aposta em pesquisa e desenvolvimento ganham espaço no dia a dia das indústrias brasileiras. Em um cenário de competição extrema, a saída é buscar processos e produtos que tragam novidades e redução de custos.

A desburocratização das ações governamentais para dar acessos a benefícios e financiamentos às empresas de base tecnológica e que promovam pesquisa e desenvolvimento é uma medida que deve ser tomada com urgência, segundo Valter Pieracciani, sócio da Pieracciani Gestão da Inovação.

Para ler a matéria na íntegra, clique na imagem abaixo: